SÃO PAULO - A Lojas Americanas avalia como desafio a manutenção da margem bruta da companhia no segundo semestre, em meio a uma aceleração de plano de abertura de lojas ante à primeira metade do ano, afirmou o diretor de relações com investidores da companhia, Luiz Saraiva, nesta sexta-feira.



Em teleconferência com analistas do setor, Saraiva também comentou que a companhia já iniciou preparativos para os eventos que marcam o segundo semestre para o varejo, que incluem a Black Friday, no final de novembro.



"No segundo semestre é um desafio falar em aumento de margem bruta. O principal desafio é manter...O planejamento para a Black Friday já começou e estamos otimistas para a data e outros eventos do segundo semestre", disse o executivo.



No primeiro semestre, a margem bruta da Lojas Americanas foi de 34,9 por cento, estável sobre um ano antes.



Saraiva comentou ainda que o nível de estoques da varejista no segundo semestre deve subir ante a primeira metade do ano, diante da manutenção do plano de abertura de 200 novas lojas em 2017 e da abertura de apenas 34 pontos na primeira metade do ano.



"Deve ter aumento do nível de estoque por causa da aceleração do programa de expansão, mas dentro do nível de eficiência já alcançado", disse o executivo.



As ações da companhia exibiam alta de 3,6 por cento às 16:11, enquanto o Ibovespa mostrava valorização de 0,65 por cento.