SÃO PAULO - A paixão pelo vinil e a dificuldade em encontrá-lo no mercado foram os principais motivos para que quatro empreendedores fundassem a Vinil 180. A startup criou uma plataforma virtual que permite a comercialização de discos tanto no mercado nacional como no internacional. Até o momento, apenas lojas podem vender no sistema.



O lançamento da startup aconteceu em março deste ano, no South by Southwest (SWSX), um dos maiores eventos de música do mundo, que ocorre anualmente nos Estados Unidos. Segundo um dos sócio-fundadores, Iglá Generoso, os usuários, além de comprar, podem criar suas coleções e interagir com a comunidade de apaixonados por vinil no sistema.



A plataforma permitirá até o final do ano o cadastro tanto de pessoas físicas como jurídicas em seu sistema. "Nesse ano iremos ainda permitir que todos os usuários possam anunciar seus discos para venda no Brasil e exterior, caminhando para criar o maior acervo qualificado do País", garante o empreendedor.



Localizada na cidade de Araraquara, interior de São Paulo, a startup cresce a um ritmo de 5% por semana, segundo o sócio-fundador. Porém, não foram divulgados números sobre quantidade de produtos comercializados e faturamento.