BRASÍLIA - O Senado rejeitou nesta quarta-feira projeto da Casa que buscava limitar em 12 por cento a tributação de ICMS sobre o combustível usado pelas companhias aéreas do país em seus aviões.



A votação teve quórum de 61 senadores e precisava de 54 votos favoráveis para ser aprovada, mas apenas 43 senadores apoiaram o texto, enquanto 17 votaram contra.



Questionado pela Reuters, o senador Jorde Viana (PT-AC) afirmou que deverá reapresentar projeto em 2018.