SÃO PAULO - A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) injetará mais de R$ 100 milhões em institutos de tecnologia. O investimento será feito através de parcerias e chamadas públicas. Além disso, serão abertas 200 vagas no Programa Bolsa Jovens Talentos.



A primeira chamada pública, que selecionará três organizações, vai focar nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs). Para se candidatar é preciso ter experiência em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). Cada instituto credenciado corresponderá a uma unidade Embrapii, que pode ser financiada em até R$ 3 milhões.



A segunda chamada pública é destinada aos Institutos Senai de Inovação (ISIs). Cinco serão credenciados, tendo acesso a  investimentos de até R$ 15 milhões. Atualmente, existem duas unidades em atividade: o Senai Cimatec, na Bahia, e o Senai Polímeros, no Rio Grande do Sul.



Com parceria de R$ 20 milhões, a Embrapii e o Sebrae apoiarão o desenvolvimento de projetos de microempreendedores individuais (MEIs)  e micro e pequenas empresas (MPEs). A estimativa é que 200 empresas sejam atendidas.



Em relação ao Programa Bolsa Jovens Talentos, um acordo firmado entre Fundação Capes, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL) visa a melhorar a entrada de profissionais da área tecnológica no mercado de trabalho. Das 200 bolsas oferecidas, 100 serão destinadas à Capes, e a outra metade ao CNPq. Os valores dos benefícios variam entre R$ 4 mil e R$ 7 mil.