RIO DE JANEIRO - O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta quinta-feira que o governo não tem um plano B e que trabalha apenas com o cenário de que a reforma da Previdência será votada em breve.



Segundo ele, o trabalho agora é de convencimento dos parlamentares para aprovar a matéria e que as fortes reações negativas que os mercados financeiros estão mostrando nesta sessão ocorrem porque eles sabem "da importância da reforma da Previdência".



(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)