SÃO PAULO - O Bradesco divulgou na semana passada as dez startups que foram escolhidas para a aceleração de negócios no programa de corporate venture InovaBra. Os empreendedores terão seis meses para desenvolver seus produtos e poderão receber investimento da instituição financeira ao final desse período.



As áreas de atuação das startups selecionadas são diversas, como saúde e inteligência artificial, entre outras. A Flowsense, por exemplo, é uma da plataforma de geolocalização e engajamento de clientes. Já a Nuveo utiliza a tecnologia de inteligência artificial para captura e interpretação de informações em documentos.



Os empreendedores terão a possibilidade de testar suas soluções com clientes do banco. Ao final do programa, as startups poderão ainda receber aporte do InovaBra Ventures, fundo de investimento criado para investir e alavancar o crescimento dos empreendedores que participam da iniciativa. As empresas Semantix e Rede Frete Fácil foram as duas primeiras a receber incentivo desse fundo.