VARSÓVIA  - A Confederação Europeia de Futebol (Uefa), pediu nesta quarta-feira pelo adiamento da eleição presidencial da Fifa, marcada para a próxima sexta-feira, disse o secretário-geral Gianni Infantino a repórteres.



"Nós acreditamos firmemente que o Congresso da Fifa deveria ser adiado com novas eleições presidenciais da Fifa a serem organizadas dentro dos próximos seis meses", disse ele a repórteres.



Mais cedo nesta quarta-feira, sete dos dirigentes mais poderosos do mundo do futebol foram presos e podem ser extraditados para os Estados Unidos para enfrentarem acusações de corrupção.



Além das prisões realizadas a pedido dos EUA, autoridades anunciaram uma investigação criminal sobre a escolha das sedes das duas próximas Copas do Mundo.



O suíço Joseph Blatter, atual presidente da Fifa, concorre à reeleição com o príncipe Ali bin Al Hussein, da Jordânia.



(Reportagem de Toby Davis)