Caminhoneiros promovem dezenas de bloqueios em rodovias da Região Sul

Serviços
patrocínio:

31/07/2012 - 19h55 Comentarios nesta notícia: 1

Caminhoneiros promovem dezenas de bloqueios em rodovias da Região Sul

CURITIBA - No sétimo dia de protestos pelo país, os caminhoneiros promoveram nesta terça-feira (31) dezenas de bloqueios - a maioria deles parciais

Agência Brasil

CURITIBA – No sétimo dia de protestos pelo país, os caminhoneiros promoveram nesta terça-feira (31) dezenas de bloqueios – a maioria deles parciais – em rodovias federais e estaduais da Região Sul. Pelo menos 20 trechos de estradas foram fechados pelos manifestantes no Paraná, oito em Santa Catarina e seis no Rio Grande do Sul.

"Como parte dos bloqueios são temporários e nem sempre a polícia está presente, é difícil precisar esses números", disse à Agência Brasil o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Rio Grande do Sul (Setcergs), José Carlos Silvano.

Entre as rodovias federais afetadas por bloqueios nos três estados da Região Sul estão as BRs-101, 153, 158, 163, 277, 282, 285, 369, 376, 386, 392, 467, 472, 480 e 487. Nos últimos dias, houve várias ocorrências de apedrejamento durante as manifestações. Uma pessoa morreu na última segunda-feira (30), durante um bloqueio no interior do Paraná.

O caminhoneiro Augustinho Daboit, 46, morreu atropelado por um ônibus de turismo na BR-369, em Mamborê, na região noroeste do Paraná, a 450 quilômetros de Curitiba. A vítima teria arremessado um cone de sinalização no meio da rodovia, com o objetivo de tentar parar o ônibus, que, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), estava em alta velocidade. O veículo atingiu o manifestante, que morreu no local.

Com medo de ser linchado, o motorista se fechou no ônibus, que foi cercado pelos manifestantes. Retirado por policiais, ele foi levado à delegacia e autuado por homicídio culposo.

"Com o baixo efetivo da Polícia Rodoviária Federal, os policiais mal conseguem dar conta de acompanhar o cumprimento de liminares judiciais contra os bloqueios", observa o presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Paraná (Fetropar), Epitácio Antônio dos Santos.

Ainda não há relatos de desabastecimento de produtos na região, mas o atraso na entrega das cargas pode estar setores específicos. "Estimamos que pelo menos 30% das cargas estão represadas em estradas ou mesmo nas garagens de nossas empresas ou clientes", diz Silvano. "Os autônomos representam de 20% a 35% dos caminhões do país, e a falta desses veículos já é sentida no mercado".



Seu e-mail não será divulgado.
Leia nossa política de privacidade.


Compartilhe sua opinião no site DCI e certifique-se que seu comentário está de acordo as Termos de uso do site.



Seu e-mail não será divulgado.
Leia nossa política de privacidade.


Compartilhe sua opinião no Portal DCI e certifique-se que seu comentário está de acordo as Termos de uso do site.

Cadernos Especiais

Micro, Pequenas e Médias Empresas
Agronegócios

DCI Entrevista

Cultura & Entretenimento

Versão eletrônica (31/07/2014)

Assine o jornal impresso e tenha acesso total a versão eletrônica. Conteúdo exclusivo para assinantes. Clique aqui e assine!

DCI no iPad, iPhone e Android

app-apple-store app-google-play
Veja mais: TVB Rádio Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby

Fazer login no DCI






Não possui login? Faça seu cadastro gratuito!

Problemas para acessar?