10/10/2017 - 22h37 | Atualizado em 10/10/2017 - 22h54

Brasil bate Chile por 3x0 com gols no 2º tempo; Argentina também vence e vai à Copa

Messi comemora gol da Argentina com companheiro Biglia
Messi comemora gol da Argentina com companheiro Biglia
Foto: Reuters

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO - A seleção brasileira deslanchou no segundo tempo para vencer o Chile por 3 x 0 nesta terça-feira, em São Paulo, encerrando as eliminatórias sul-americanas na liderança isolada, seguida por Uruguai, Argentina e Colômbia, que também se classificaram para a Copa do Mundo de 2018.

O Peru ficou na quinta colocação e disputará uma repescagem contra a Nova Zelândia para tentar ir ao Mundial da Rússia, enquanto os chilenos ficaram fora da Copa com a derrota na última rodada.

A classificação mais dramática foi da Argentina, que ocupava a sexta posição antes da última rodada e corria o risco de ficar fora da Copa, mas com uma vitória por 3 x 1 sobre o Equador, fora de casa, garantiu seu lugar, com três gols de Lionel Messi.

Em São Paulo, o Brasil, já classificado com antecedência, tinha dificuldades no começo do jogo, mas a torcida teve diversão com o gol do Equador logo no início contra a Argentina.

Pouco depois, porém, veio a virada argentina, para lamento dos cerca de 41 mil torcedores que lotaram o Allianz Parque.

A primeira chance de gol brasileira no jogo veio aos 8 minutos, quando Renato Augusto chutou de fora da área, mas a bola saiu por cima.

Neymar teve uma boa oportunidade aos 16, ao receber passe pelo lado esquerdo e chutou em cima do goleiro Bravo.

Mas a torcida levantou mesmo aos 39 minutos, quando Gabriel Jesus, ídolo da torcida do Palmeiras, cabeceou após cruzamento da esquerda de Renato Augusto, mas foi fraco e o goleiro defendeu sem muita dificuldade.

Depois de um primeiro tempo sem brilho, a equipe brasileira deslanchou no segundo. Logo aos 10 minutos saiu o primeiro gol. Neymar cobrou falta de longe, o goleiro Bravo rebateu e Paulinho marcou no rebote.

Dois minutos depois, em rápido contra-ataque, Philippe Coutinho deu um lindo lançamento para Neymar, que só tocou no meio para Gabriel Jesus ampliar, gerando uma comemoração entusiasmada no estádio.

Neymar tentou seu gol em cobrança de falta e em um chute de esquerda, mas não teve sucesso. Com um cartão amarelo, o atacante do Paris Saint-Germain acabou substituído por Willian pouco antes dos 40 minutos.

O Chile insistiu até o final, mas sem levar muito perigo ao gol de Ederson, testado como titular na vaga de Alisson e que acabou não tendo muito trabalho.

Nos acréscimos, o goleiro Bravo foi ao ataque e saiu o terceiro gol, de novo com Gabriel Jesus, que recebeu um lindo lançamento de Willian e entrou com bola e tudo para fechar o placar.

Reuters

Assuntos relacionados:

futebol
Imprimir
Publicidade

Caderno Especial

Especial Empreendedorismo 2017

Versão digital (23/10/2017)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.