13/06/2017 - 20h39

Destino de Cosby fica nas mãos de júri em caso de abuso sexual nos EUA

Bill Cosby chega a tribunal em Norristown
Bill Cosby chega a tribunal em Norristown
Foto: Reuters

Por Joseph Ax

NORRISTOWN, Estados Unidos - Um júri do Estado norte-americano da Pensilvânia passou a maior parte desta terça-feira deliberando no julgamento de Bill Cosby, que é acusado de abusar sexualmente de uma colega que havia procurado o artista em 2004 para conselhos sobre a carreira.

Cosby, mais conhecido por seu papel como o pai na série de TV da década de 1980 "The Cosby Show", foi acusado em 2015 de abusar sexualmente de Andrea Constand em sua casa na Filadélfia. Ele foi acusado poucas dias antes de o estatuto de limitações expirar.

Constand é uma das dezenas de mulheres que acusam Cosby de abuso sexual, muitas vezes após drogá-las, em uma série de incidentes datando da década de 1960. A acusação de Constand, ex-administradora da atlética da universidade que Cosby cursou, a Temple University, é a única que não é velha o suficiente para ser alvo de acusação criminal.

Na tarde desta terça-feira, membros do júri pediram para ouvir o testemunho do policial que originalmente tomou o depoimento de Constand.

Os membros do júri começaram deliberações na noite de segunda-feira e retomaram a ponderação de acusações contra Cosby, de 79 anos, nesta terça-feira.

Constand, de 44 anos, é a principal testemunha da acusação no tribunal em Norristown, subúrbio da Filadélfia, testemunhando que Cosby lhe deu pílulas que lhe deixaram incapaz de responder quando ele abusou sexualmente dela.

Cosby, que teve sua carreira voltada para um estilo de comédia para famílias, não testemunhou. Ele negou repetidamente qualquer ato irregular e descreveu seu encontro com Constand como consensual. 

Reuters

Assuntos relacionados:

gente
Imprimir
TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.