09/11/2017 - 16h52

Massa diz estar pronto para deixar F1, mas espera que Brasil permaneça

Felipe Massa concede entrevista no circuito de Interlagos
Felipe Massa concede entrevista no circuito de Interlagos
Foto: Reuters

SÃO PAULO - Felipe Massa espera que o Grande Prêmio do Brasil continue no calendário da Fórmula 1, apesar de uma seca de pilotos locais e da incerteza sobre o futuro do circuito de Interlagos no longo prazo.

O piloto de 36 anos da Williams, vencedor de 11 corridas com a Ferrari e vice-campeão em 2008, vai se aposentar no final do ano.

Sua partida encerra uma sequência ininterrupta de pilotos brasileiros que já durava quatro décadas e acontece no momento em que Interlagos, que tem contrato para sediar a prova até 2020, está à venda.

"Realmente espero que a Fórmula 1 continue no Brasil", disse Massa aos repórteres no circuito onde venceu pela última vez em 2008.

"O Brasil é um país muito importante para a Fórmula 1; tantos títulos, tantos pilotos, tantos pilotos brasileiros correram na Fórmula 1 desde o início".

"Realmente espero que Interlagos continue durante muito tempo na Fórmula 1, e tudo que eu puder dar para ajudar, depois que parar de correr, posso fazer. É uma corrida muito importante", completou.

O Brasil tem três campeões mundiais - Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna - que entre si conquistaram oito títulos.

Pilotos brasileiros correram em todos os campeonatos desde 1970, ano de estreia de Fittipaldi, que foi campeão em 1972 e 1974.

Antes de Fittipaldi houve um período de 10 anos sem brasileiros, e a prova brasileira só começou em 1973.

Nenhum brasileiro vence um GP desde Rubens Barrichello em 2009, e Massa é o único representante do país desde que Felipe Nasr deixou a Sauber no final da temporada passada.

Massa também pararia no ano passado, mas foi convocado em janeiro, quando seu colega de equipe, Valtteri Bottas, foi para a Mercedes na esteira da aposentadoria súbita do campeão mundial Nico Rosberg em 2016.

Domingo marcará sua última corrida em casa e o penúltimo GP de sua carreira.

"Esta com certeza é a última na Fórmula 1", disse ele sobre sua segunda despedida à torcida brasileira no espaço de um ano.

"Estou ansioso por outra sensação incrível correndo em casa e curtindo a pista em que cresci".

Massa, que planeja correr em outra modalidade ainda não especificada, contou que sua melhor lembrança de Interlagos foi vencer com a Ferrari em 2006.

"Foi como um sonho que se tornou realidade para um brasileiro que sempre estava sonhando em estar na Fórmula 1, especialmente nesta pista", afirmou.

(Por Alan Baldwin em Londres)

Reuters

Assuntos relacionados:

f1
Imprimir
Publicidade

Especial

Especial Leilões & Negócios

Versão digital (24/11/2017)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.