SÃO PAULO – O  Tesouro Nacional informa que o  estoque da Dívida Pública Federal aumentou 2,32%, em termos nominais, ao passar de R$ 2,022 trilhões em outubro, para R$ 2,069 trilhões no mês passado.



A dívida pública mobiliária federal interna teve seu estoque ampliado em 1,99%, ao passar de R$ 1,933 trilhão para R$ 1,972 trilhão, devido à emissão líquida, no valor de R$ 20,66 bilhões, e à apropriação positiva de juros, no valor de R$ 17,90 bilhões, segundo o Tesouro. 



Com relação ao estoque da dívida pública federal externa, houve elevação de 9,41% sobre o estoque apurado no mês de outubro, encerrando novembro em R$ 97,22 bilhões (US$ 41,82 bilhões), sendo R$ 87,52 bilhões (US$ 37,64 bilhões) referentes à dívida mobiliária e R$ 9,70 bilhões (US$ 4,17 bilhões), à dívida contratual.