Finanças
17/06/2013 - 00h00

Cai otimismo de executivos de finanças, diz FGV

SÃO PAULO - Diminuiu o otimismo dos executivos de finanças com o futuro da economia brasileira, indica pesquisa trimestral da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em uma escala de 0 a 100, o í

Agências

SÃO PAULO

Diminuiu o otimismo dos executivos de finanças com o futuro da economia brasileira, indica pesquisa trimestral da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em uma escala de 0 a 100, o índice de otimismo ficou em 61,4, ante 63,5 registrados no trimestre anterior.

Embora esse índice de otimismo seja considerado alto, os dados revelam que 46% dos CFOs (da sigla em inglês para executivos responsáveis pelas finanças) estão menos otimistas do que estavam no trimestre anterior e somente 20% estão mais otimistas.

Os dados são do Panorama Global dos Negócios, pesquisa finalizada em maio pela FGV em parceria com a Universidade de Duke, nos Estados Unidos, e a CFO Magazine. O estudo é realizado com executivos de diversos países.

No Brasil, o recuo no otimismo pode ser creditado aos números da economia neste ano, que permanecem abaixo das expectativas iniciais.

A pesquisa registrou uma redução na expectativa do aumento de empregados efetivos. Enquanto as projeções anteriores esperavam um aumento de 3,9%, as do último trimestre caíram para 2,7%.

Em contrapartida, o estudo identificou tendência de crescimento do emprego temporário e terceirizado. O primeiro deve aumentar em 2,1% nos próximos 12 meses, enquanto que o emprego terceirizado deve crescer 1,7%.

Assuntos relacionados:

investimentos
Imprimir
Publicidade

Caderno Especial

Versão digital (23/10/2014)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby
© 2014. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.