Finanças
03/10/2008 - 17h30

Petrobras cria Cofip para gerenciar atividades financeiras da empresa

A Petrobras iniciou no dia 7 julho de 2008 a migração de atividades para o Centro de Operações da Área Financeira (Cofip), em Salvador (BA). Criado para dar suporte ao crescimento acelerado da Companhia, o Cofip, que será inaugurado nesta sexta-feira (3) e passa a concentrar as principais atividades e transações contábeis, financeiras e tributárias da empresa. A mudança, que demandou investimentos em adequação de infra-estrutura predial, de sistemas e telecomunicações, permitirá maior integração de processos, aumento da agilidade e da produtividade, além de redução de custos.

SÃO PAULO - A Petrobras iniciou no dia 7 julho de 2008 a migração de atividades para o Centro de Operações da Área Financeira (Cofip), em Salvador (BA). Criado para dar suporte ao crescimento acelerado da Companhia, o Cofip, que será inaugurado nesta sexta-feira (3) e passa a concentrar as principais atividades e transações contábeis, financeiras e tributárias da empresa. A mudança, que demandou investimentos em adequação de infra-estrutura predial, de sistemas e telecomunicações, permitirá maior integração de processos, aumento da agilidade e da produtividade, além de redução de custos.

Os estudos financeiros apontam retorno da ordem de R$ 207 milhões.

Tal medida visa dar suporte aos objetivos de crescimento e conseqüente aumento das atividades da Petrobras. A Área Financeira da Companhia optou, após elaborar amplo mapeamento de mercado, pela centralização das operações financeiras. A solução, uma tendência mundial de empresas de grande porte, propicia maior padronização e controle, objetivando excelência na operação e gestão das atividades.  

A transferência das atividades, que até o momento eram realizadas na sede e nas unidades regionais em todo o País, será progressiva e está prevista para terminar em novembro de 2008. As ondas de migração impedirão qualquer descontinuidade nos processos executados pela Petrobras, significando, desta forma, maior segurança nas operações. "Essa iniciativa, já implementada por muitas empresas, permite ganhos em produtividade: consegue-se fazer muito mais com o mesmo grupo de pessoas", explica o Diretor da Área Financeira, Almir Barbassa, que completa: "Ao mesmo tempo, possibilita um nível de controle de operações muito melhor. Vai facilitar a integração e garantir a integridade dos processos, porque nós vamos fazê-lo de maneira uniforme".

A escolha da capital baiana como sede do Cofip também foi resultante de um grande processo de avaliação qualitativa e quantitativa, que começou em 2007, envolvendo diversas pesquisas. Foram analisados os grandes centros brasileiros onde a Companhia tem escritórios da Área Financeira, sendo examinados itens como custo e qualidade de vida, oferta de serviços de educação e saúde e até a disponibilidade de imóveis. A escolha do local buscou, simultaneamente à otimização de custo da empresa, reduzir também o custo de vida dos empregados, mantendo ou melhorando sua qualidade de vida.

 

PanoramaBrasil

Assuntos relacionados:

investimentos
Imprimir

Caderno Especial

Caderno Especial Leilões & Negócios 2016

Caderno Rio de Janeiro

Caderno Rio de Janeiro
Publicidade

Versão digital (29/09/2016)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2016. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.