ZURIQUE - A Roche, maior fabricante de medicamentos contra câncer do mundo, superou expectativas para o primeiro trimestre com um avanço de 3 por cento nas vendas, uma demonstração forte de seus remédios e de um tratamento recentemente lançado para uma desordem pulmonar mortal.



Para este ano, a Roche reiterou sua expectativa de obter crescimento nas vendas de um dígito de baixo a médio e de que o lucro principal por ação cresça acima das vendas, caso as taxas de câmbio permaneçam constantes.



A farmacêutica, que pagou um dividendo de 8 francos por ação em 2014, disse planejar elevar mais o pagamento em francos suíços.



A Roche precisa continuar lançando novos remédios se quiser combater a ameaça imposta por medicamentos biossimilares e cópias baratas de remédios de biotecnologia que podem acabar com o sucesso de vendas de tratamentos para câncer como o Rituxan and Herceptin.



A companhia disse estar avaliando possíveis aquisições de produtos e tecnologias, disse o presidente-executivo, Severin Schwan, a jornalistas.



As vendas da Roche nos três primeiros meses do ano subiram para 11,83 bilhões de francos (12,4 bilhões de dólares) ante 11,5 bilhões um ano antes, superando a previsão média de 11,49 bilhões em pesquisa da Reuters.