Internacional
20/05/2013 - 19h30

Autoridades turcas confirmam morte de três brasileiras em acidente com balões na Capadócia

BRASÍLIA - As autoridades da Turquia confirmaram que três turistas brasileiras morreram nesta segunda-feira (20), na Capadócia

Agência Brasil

BRASÍLIA — As autoridades da Turquia confirmaram que três turistas brasileiras morreram nesta segunda-feira (20), na Capadócia, durante o choque entre dois balões de ar quente. Pelos dados oficiais, pelo menos 22 pessoas ficaram feridas, oito são turistas brasileiros, mas há também argentinos e espanhóis. O Ministério das Relações Exteriores, Itamaraty, confirma apenas a morte de uma turista de 71 anos. Os diplomatas argumentam que os turistas saíram para o passeio a balão sem passaportes e documentos de identificação, daí a dificuldade de informar as nacionalidades das vítimas.

Policiais turcos foram acionados e fazem buscas nos hotéis das vítimas à procura de passaportes e documentos de identificação. O Itamaraty confirma que oito dos feridos são brasileiros. De acordo com as autoridades turcas, dos 22 feridos, 19 foram levados para hospitais em Nevsehir e três para o hospital universitário da província de Kayseri.

O acidente envolveu dois balões de ar quente na Capadócia. Um deles se chocou com o cesto do outro balão e caiu quando sobrevoava as formações rochosas na região. O acidente aconteceu por volta das 6h (horário local). No total, havia 23 pessoas a bordo. As causas do acidente estão sendo apuradas.

A bordo dos balões havia passageiros de várias nacionalidades,  inclusive brasileiros. O local do acidente fica a cerca de 300 quilômetros de Ancara, a capital turca. O passeio de balão é um dos mais escolhidos por turistas. Por orientação dos guias, o passeio ocorre sempre ao amanhecer e os turistas devem estar preparados por volta das 5h.

Para meia hora de passeio, os turistas desembolsam cerca de US$ 250 (aproximadamente R$ 500) por pessoa. A vista é considerada um cartão postal aéreo: é possível ver um céu claro e de um azul límpido e as cavernas, que no passado, até os anos de 1950, eram moradias de religiosos. A Capadócia é uma região de paisagem e pouco habitada, mas muito visitada por turistas estrangeiras.

Imprimir
TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby
© 2014. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.