Internacional
17/08/2012 - 19h42

ONU e Liga Árabe nomeiam Brahimi como novo emissário especial à Síria

BRASÍLIA - A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Liga Árabe nomearam nesta sexta-feira (17) o argelino Lakhdar Brahimi, de 78 anos

BRASÍLIA — A Organização das Nações Unidas (ONU) e a Liga Árabe nomearam nesta sexta-feira (17) o argelino Lakhdar Brahimi, de 78 anos, como o novo emissário especial das duas organizações para a Síria. Brahimi substitui Kofi Annan no cargo, que no começo deste mês renunciou à função devido aos fracassos nas negociações em busca da paz na região, uma vez que os conflitos duram 17 meses. Ex-chanceler da Argélia, Brahimi é considerado um negociador hábil e experiente.

Além de ex-ministro das Relações Exteriores da Argélia, Brahimi atuou como mediador na missão de assistência da ONU no Afeganistão (cuja sigla em inglês é Unama) e na Liga Árabe. Uma das dificuldades será encontrar um consenso no próprio Conselho de Segurança da ONU, pois China e Rússia resistem a quaisquer medidas que levem a sanções e punições à Síria.

Em comunicado, o presidente da Assembleia Geral da ONU, Nassir Abdulaziz Al Nasser, disse que Brahimi tem um longo desafio pela frente. "O Senhor Brahimi assume a difícil tarefa devido à experiência e credibilidade", diz o texto.

O negociador deve manter os esforços em buscar o fim do impasse na Síria dialogando com o governo do presidente sírio, Bashar Al Assad, e também com a oposição. A ideia é manter o plano de paz, apresentado por Annan, que tem seis pontos e baseia-se no cessar-fogo imediato, na abertura política, no acesso de agências de ajuda humanitária e na presença da imprensa internacional.

Desde março de 2011, a Síria vive sob clima de guerra. A estimativa é que mais de 20 mil pessoas morreram neste período, segundo organizações não governamentais. A escalada da violência aumenta principalmente em Damasco, a capital, e em Alepo, considerada a referência econômica do país.

na última quinta-feira (16) o Conselho de Segurança da ONU decidiu retirar do país a missão de observadores internacionais. Os observadores deixarão Damasco no domingo (19). O objetivo é criar um escritório permanente das Nações Unidas na Síria. A divulgação do nome de Brahimi foi feita hoje, em Nova York, nos Estados Unidos, pela ONU.

Agênci Brasil

Imprimir
TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby
© 2015. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.