Serviços
07/08/2012 - 00h00 | Atualizado em 07/08/2012 - 00h39

Lucro da aviação mundial recua a US$ 1,5 bi

BRASÍLIA SÃO PAULO - Enquanto no Brasil houve crescimento de 13,8% da demanda doméstica por transporte aéreo em junho, ante igual período de 2011, o que representa o dobro da expansão na

camila abud - agências

BRASÍLIA / SÃO PAULO -  Enquanto no Brasil houve crescimento de 13,8% da demanda doméstica por transporte aéreo em junho, ante igual período de 2011, o que representa o dobro da expansão na capacidade, de 6,5%, a aviação mundial viu recuo de 20,8% no lucro líquido acumulado de US$ 1,5 bilhão, segundo a Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata).

O levantamento considera uma amostra de 42 empresas aéreas, em processo de concordata. No País, o fator de carga na aviação brasileira foi de 71,1% em junho. No mundo, a demanda por viagens aéreas cresceu 6,2% em junho ante igual mês de 2011.

Já com relação às concessões dos aeroportos à iniciativa privada, a Iata teme que os altos valores pagos nos leilões de aeroportos de Guarulhos, Campinas e Brasília, que tiveram um ágio médio de cerca de 350%, acabem causando um forte aumento das tarifas aeroportuárias, a exemplo do que ocorreu em outros países.

"Na África do Sul, as tarifas subiram 70% em 2011 No aeroporto de Nova Délhi, na Índia, devido à construção de um novo terminal em tempo recorde, 36 meses, o reajuste das tarifas foi de 600%. Hoje, o aeroporto de Nova Délhi é o mais caro da Ásia", disse Carlos Ebner, diretor da Iata no Brasil, durante o Aeroinvest 2012 - 3º Fórum Internacional de Investidores em Infraestrutura Aeroportuária, em São Paulo.

 

Imprimir
Publicidade

Caderno Especial

Versão digital (21/10/2014)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa das Organizações Sol Panamby
© 2014. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.