Plano de voo Liliana Lavoratti Editora de fechamento
14/07/2016 - 05h00 | Atualizado em 14/07/2016 - 09h44

Atentado na Rio 2016. E agora?

Estado Islâmico teria planejado atentado contra a delegação da França durante os Jogos Olímpicos no Brasil

Informação divulgada ontem pelos órgãos de segurança do governo francês acendeu mais um sinal vermelho para as autoridades brasileiras já preocupadas com a ameaça de atentados terroristas durante a Olimpíada no Rio de Janeiro, no próximo mês. O grupo extremista Estado Islâmico (EI) planejou um atentado contra a delegação da França durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, que acontece em agosto. A informação foi passada pelo chefe da Direção de Inteligência Militar (DRM), general Christophe Gomart, em audiência em 26 de maio na Comissão Parlamentar de Luta contra o Terrorismo que investiga os atentados de 2015 na França. 


Preocupação aumenta
Diversos analistas vêm afirmando que os Jogos Olímpicos, que serão disputados de 5 a 21 de agosto, podem ser uma oportunidade para atentados terroristas. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) elevou em abril o risco de ataque do Estado Islâmico durante a Olimpíada, alegando que tem aumentado o número de cidadãos do País que se aliam ao grupo extremista, de acordo com a Agência Brasil. O ministro da Defesa do governo interino de Michel Temer (PMDB), Raul Jungmann, também admitiu que o EI é uma preocupação.  


Criatividade profissional
Arte e design, mídia e comunicação, cinema e televisão, internet e tecnologia, gravação e música, gestão e negócios, games e esportes são as áreas dos cursos de interesse dos brasileiros na Full Sail University, escola norte-americana focada na formação de profissionais para a indústria do entretenimento. A escola acaba de inaugurar um centro de experiência em São Paulo para atrair talentos locais. Não é para menos: hoje, os brasileiros são a segunda maior comunidade estrangeira no campus da Flórida, perdendo apenas para os chineses.


Aumento de tributos impõe...
Diante de um cenário de instabilidade econômica e previsão de aumento de impostos sobre heranças e doações, torna-se cada vez mais necessário o planejamento da sucessão familiar nas empresas. O advogado especialista em Direito Tributário, Marco Aurélio Poffo, do BPH Advogados, ressalta a importância de planejar a sucessão em vida, antes que o Imposto sobre Causa Mortis e Doação (ITCMD) aumente e que o Imposto Federal sobre Heranças seja criado. Em Santa Catarina, o ITCMD pode chegar a 20% e  o imposto federal sobre Herança está ao redor de 25% do total.


...Sucessão familiar planejada 
A tributação das heranças acima de R$ 5 milhões e das doações acima de R$ 1 milhão foram algumas das medidas sugeridas pela equipe econômica do governo federal para compensar a perda de arrecadação com a correção da tabela do Imposto de Renda em 5% a partir de 2017, proposta pela presidente afastada Dilma Rousseff (PT) ao Congresso Nacional. O projeto de Lei 96/2015, que cria o chamado Imposto sobre Grandes Heranças e Doações, está na lista de prioridades anunciada pelo presidente do Senado Renan Calheiros (PMDB-AL).

 

Estabilidade financeira de doentes mentais 
O Projeto Teia, comandado pelos alunos da Universidade Federal do ABC (UFABC), em São Paulo, foi eleito o melhor do ciclo 2015/2016 do Campeonato Nacional Enactus 2016, realizado no início deste mês em Fortaleza (CE). Jovens empreendedores sociais e acadêmicos de todo o Brasil apresentaram 45 projetos colocados em prática por universitários de norte a sul do país em comunidades que se encontram em situação de vulnerabilidade. O projeto vencedor é praticado em dois centros terapêuticos da cidade de Santo André, na grande São Paulo, que atendem pessoas com transtornos mentais. Ele busca autonomia e estabilidade financeira dos beneficiários. O objetivo final é tornar as oficinas de artesanato, culinária, marcenaria, costura, orquicultura, serigrafia e fotografia do NUPE (Núcleo de Projetos Especiais), empresa autossustentável, capaz de funcionar independentemente da dinâmica do poder público.
 
Para startups
Quarenta e cinco mil euros em financiamento é o valor que startups brasileiras podem concorrer ao se inscrever na 2ª temporada do French Tech Ticket, uma competição global aberta para empreendedores com empresas em fase de criação ou crescimento. Após uma primeira temporada, com 23 equipes de startups de 23 países presentes em Paris, a segunda temporada da competição está mais ambiciosa: serão 70 equipes vencedoras em todo o mundo, hospedadas por mais de 40 incubadoras de alto renome por toda a França a partir de janeiro de 2017.  Detalhes do French Tech Ticket e de como se inscrever estão no site www.frenchtechticket.com. As inscrições vão até 24 de agosto de 2016. e a competição é aberta a empreendedores de todo o mundo.

 

Megaencontro jurídico

Os ministros Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio Mello já têm agenda para agosto: eles participarão, respectivamente nos dias 11 e 12, de palestras no 7º Congresso Brasileiro de Sociedades de Advogados - SINSA, que será realizado no Hotel Tivoli, em São Paulo. Entre os assuntos que serão discutidos com 38 especialistas da área durante o evento estão ambientes virtuais de trabalho, estatística aplicada ao Direito, startups e aplicativos na área jurídica e planos de carreiras nas sociedades de advogados. Também participa dos evento Ricardo Cueva, ministro do Superior Tribunal de Justiça.


Liliana Lavoratti, editora-fechamento
liliana@dci.com.br
 

 

Assuntos relacionados:

riojogos olímpicos2016
Imprimir
TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.