Serviços
11/08/2017 - 19h26 | Atualizado em 11/08/2017 - 19h26

SAP busca fomentar empreendedorismo com parcerias

Programas unem startups e grandes empresas para resolver problemas específicos

Os quatro setores de atuação que a aceleração .idea vai trabalhar nos primeiros ciclos
Os quatro setores de atuação que a aceleração .idea vai trabalhar nos primeiros ciclos
Foto: Raphael Ferreira

SÃO PAULO - A SAP, uma das maiores empresas do mundo no setor de software empresarial, lançou dois programas recentemente com o intuito de fomentar o empreendedorismo. As iniciativas envolvem funcionários, além de universidade, estudantes e outras corporações.

O mais recente é o programa de aceleração chamado de .idea. Essa iniciativa surgiu no SAP Labs, centro de inovação da empresa localizado em São Leopoldo (RS).  A iniciativa tem como objetivo selecionar boas ideias, com startups ou até mesmo estudantes sem CNPJ que pretendem empreender. O programa roda em ciclos de três meses.

Cada trimestre terá foco em um tema. Para o primeiro ano as divisões são para os setores de saúde, agronegócios, varejo e impacto social. Atualmente o .idea está na primeira edição.

As inscrições ocorreram entre junho e julho e os selecionados ainda não foram divulgados, mas o diretor executivo-chefe de inovação da SAP Labs, Daniel Duarte, garante que já foram escolhidas oito equipes.

Os empreendedores chegam apenas com ideias e têm seis meses para desenvolver um protótipo, e o segundo semestre para tornar o produto ou serviço pronto para entrar no mercado.

As empresas participam ao solicitar demandas específicas a serem resolvidas. Essa primeira etapa conta com a participação da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. Como o segmento é saúde, entre as demandas estão a melhor comunicação e relação com pacientes e médicos e tornar mais ágil a fila de leitos.

O diretor administrativo da instituição, Oswaldo Luis Balparda, afirmou que um dos benefícios da parceria é que as startups têm a capacidade de encontrar soluções baratas e escaláveis, exatamente o que a Santa Casa precisa.

Além das grandes corporações e startups, a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) também é parceira, fazendo a incubação das equipes na Unitec, sua unidade de apoio ao empreendedorismo.

Programa global

Criado há cerca de um ano pela empresa alemã, a SAP Next-Gen é uma plataforma mundial de inovação da companhia. No Brasil, a iniciativa começou em maio. Esse foi o primeiro SAP Next-Gen na América Latina.

Também com sede em São Leopoldo, mas num local separado da SAP Labs, o objetivo da Next-Gen é criar um ambiente de inovação, envolvendo estudantes, pesquisadores, startups e até funcionários da iniciativa privada.

Assim como no .idea, grandes empresas aparecem com problemas, mas ao invés de startups, os próprios funcionários da SAP junto com professores e estudantes ajudam a resolver essa demanda.

Segundo Duarte, da SAP, por meio do programa, a companhia tem a intenção de discutir o modelo de ensino atual. Segundo ele, esse sistema está defasado e a tecnologia pode auxiliar a academia neste sentido.

Como está nos primeiros meses, as principais atividades do Next-Gen foram workshops, como o de design thinking e internet das coisas. Além dessas palestras, a SAP vai realizar encontros para auxiliar quem deseja abrir o seu próprio negócio. 

Raphael Ferreira

Assuntos relacionados:

serviçosempreendedorismosapstartups
Imprimir
Publicidade

Especial

Especial Leilões & Negócios

Versão digital (17/11/2017)

Para assinantes Assine o jornal impresso e tenha acesso total à versão digital.
Versão digital do DCI
Clique e assine hoje mesmo
Publicidade

Nós curtimos

TVB Nova Brasil FM Rádio Central AM
Uma empresa do
© 2017. DCI Diário Comércio Indústria & Serviços. Todos os direitos reservados.