Publicado em

SÃO PAULO - A Shell acaba de divulgar a segunda lista de indicados da 20ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro, referente às peças que estrearam no segundo semestre de 2007.

O espetáculo "7 - O Musical" recebeu o maior número de indicações e concorre em seis das nove categorias, entre elas, Cenário (Rogério Falcão), Iluminação (Paulo César Medeiros) e Figurino (Rita Murtinho). A peça rendeu a Charles Möeller duas indicações, por melhor texto e direção. Ed Motta e Cláudio Botelho também concorrem ao Prêmio Shell de Teatro pela direção musical do espetáculo.

Pela melhor interpretação feminina, concorrem Adriana Esteves, por "Virgolino Ferreira e Maria de Déa - Auto de angicos", Andréa Beltrão, por "As Centenárias", e Inez Viana, por "A mulher que escreveu a Bíblia". Na categoria Ator, foram indicados Marcello Escorel, por "Cheiro de Chuva", Mario Borges, por "Farsa" e Thelmo Fernandes, por "Gota D'água".

A 20ª edição do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro vai homenagear a atriz Tônia Carreiro, por sua dedicação e contribuição ao teatro em mais de 50 anos de carreira.

Para cada edição, são divulgadas duas listas de indicados. Os espetáculos selecionados nesta segunda fase estrearam no Rio de Janeiro entre julho e dezembro de 2007.

Outros indicados

Em julho do ano passado foram conhecidos os indicados do primeiro semestre, que, junto às indicações da segunda metade de 2007 agora divulgadas, compõem a lista de finalistas da 20ª edição do Prêmio. As peças "Besouro Cordão de Ouro" e "Sassaricando" receberam o maior número de indicações no primeiro semestre, com três cada (confira na lista ao fim do release).

O Prêmio

Os vitoriosos de cada categoria receberão uma escultura em metal do artista plástico Domenico Calabroni, com a forma de uma concha dourada, inspirada no logotipo da Shell, e uma premiação de R$ 8 mil (oito mil reais) por categoria. Criado em 1989, o Prêmio Shell de Teatro é um ponto de referência nos palcos brasileiros. Ele é oferecido aos maiores destaques do ano, no Rio de Janeiro e em São Paulo, separadamente, em nove categorias - Autor, Diretor, Ator, Atriz, Cenografia, Iluminação, Música, Figurino e Categoria Especial.

O júri do Rio de Janeiro é formado por Bernardo Jablonski (professor e roteirista), Fabiana Valor (atriz e bailarina), Sérgio Fonta (dramaturgo, diretor e ator), Tania Brandão (pesquisadora e professora de História do Teatro Brasileiro) e Caique Botkay (instrumentista e compositor de músicas para teatro).

Os vencedores do Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro serão conhecidos em uma festa em março deste ano.

è Confira abaixo a lista completa dos finalistas do 20º Prêmio Shell de Teatro do Rio de Janeiro:

Autor:

(1º semestre)

- Aimar Labaki, por "Campo de Provas"

- Paulo Biscaia Filho, por "Graphic"

(2ºsemestre)

- Bosco Brasil, por "Cheiro de Chuva"

- Charles Möeller, por "7 - O Musical"

- Newton Moreno, por "As Centenárias"

Direção:

(1º semestre)

- Dudu Sandroni, por "Rasga Coração"

- João das Neves, por "Besouro Cordão de Ouro"

- João Fonseca, por "Pão com Mortadela"

(2ºsemestre)

- Charles Möeller, por "7 - O Musical"

- Paulo de Moraes por "Mãe Coragem e Seus Filhos"

- Vinicius Arneiro, por "Cachorro!"

Ator:

(1º semestre)

- Cadu Fávero, por "Diário das crianças do velho quarteirão"

- Edwin Luisi, por "Eu sou minha própria mulher"

- José Mauro Brant, por "Federico García Lorca - pequeno poema infinito"

(2º semestre)

- Marcello Escorel, por "Cheiro de Chuva"

- Mario Borges, por "Farsa"

- Thelmo Fernandes, por "Gota D'água"

Atriz:

(1º semestre)

- Camila Amado, por "O homem vivo"

- Dani Barros, por "Acqua Toffana"

(2º semestre)

- Andréa Beltrão, por "As Centenárias"

- Adriana Esteves, por "Virgolino Ferreira e Maria de Déa - Auto de angicos"

- Inez Viana, por "A mulher que escreveu a Bíblia"

Cenário:

(1º semestre)

- Ney Madeira, por "Besouro Cordão de Ouro"

- Ronald Teixeira e Flávio Graff por "O mundo dos esquecidos"

(2º semestre)

- Fernando Mello da Costa e Rostand Albuquerque, por "As Centenárias"

- Hélio Eichbauer, por "Um dia, no Verão"

- Rogério Falcão, por "7 - O Musical"

Figurino:

(1º semestre)

- Marcelo Marques, por "Sassaricando"

- Ney Madeira, por "A hora e a vez de Augusto Matraga"

(2º semestre)

- Marilia Carneiro, por "O Baile"

- Rita Murtinho, por "7 - O Musical"

Iluminação:

(1º semestre)

- Luiz Paulo Nenen, por "O homem Vivo"

- Paulo César Medeiros, por "Sassaricando"

(2º semestre)

- Maneco Quinderé, por "A Mulher que escreveu a Bíblia"

- Paulo César Medeiros, por "7 - O Musical"

Música:

(1º semestre)

- Alexandre Elias, por "A hora e a vez de Augusto Matraga"

- Luís Filipe de Lima, por "Sassaricando"

- Paulo César Pinheiro e Luciana Rabello, pela direção musical de "Besouro Cordão de Ouro"

(2º semestre)

- André Abujamra, por "Cantadas"

- Ed Motta e Cláudio Botelho pela direção musical de" 7 - O Musical"

- Roberto Bürgel, por "Gota D'água"

Categoria especial:

(1º semestre)

- Johayne Hildefonso, pela direção de movimento da peça "Os dois cavalheiros de Verona"

- Leonardo Franco e Claudia Lira, pela abertura do inovador Espaço Cultural Solar de Botafogo

- Rosa de Maria Araújo e Sérgio Cabral, pelo roteiro de "Sassaricando"

(2º semestre)

- Eloi Calage e Afonso Drumond, pelo roteiro do espetáculo "Anjo Malaquias"

- Renato Vilarouca e Rico Vilarouca, pela criação de vídeos dos espetáculos "Meu filho é um doce" e "Aquarelas do Ary"

Homenagem

- Tônia Carreiro por sua dedicação e contribuição ao teatro em mais de 50 anos de carreira