Publicado em

(Reuters) - O espanhol Fernando Alonso escapou ileso depois de um acidente durante um treino para as 500 Milhas de Indianápolis, nesta quarta-feira, quando seu carro perdeu a aderência na metade da curva 3 e colidiu com o muro três vezes.

O bicampeão de Fórmula 1, que hoje pilota o número 66 da McLaren Racing Chevrolet, atingiu o muro na saída da curva 3, em seguida cruzou derrapando pela pista, quicou na barreira interna e bater de volta no muro externo. 

Quando seu carro parou, o piloto de 37 anos conseguiu sair sem ajuda e foi depois examinado e liberado pelo Centro Médico do circuito.

“Foi uma subviragem do carro, e mesmo eu soltando o acelerador na entrada da curva, não foi o suficiente, eu perdi completamente o aerofólio dianteiro”, disse Alonso.

“O muro ficou perto demais e muito rápido. Infelizmente, aconteceu hoje. Vamos perder um pouco de tempo de corrida novamente. Peço desculpas à equipe, mas vamos aprender e esperamos voltar mais fortes amanhã.”

Antes da batida, Alonso havia registrado 46 voltas, com uma velocidade máxima de 362 km/h.

Em 26 de maio, Alonso vai tentar se juntar a Graham Hill como segundo piloto a conquistar a “Tríplice Coroa do Automobilismo”, acrescentando uma vitória nas 500 Milhas de Indianápolis a seus triunfos no Grande Prêmio de Mônaco e nas 24 Horas de Le Mans.

(Reportagem de Frank Pingue em Toronto)