Publicado em

Por Abhijith Ganapavaram

BAKU (Reuters) - O pentacampeão Lewis Hamilton disse que não se sente digno de ser colocado na mesma categoria do lendário piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, e que seu herói de infância sempre terá um lugar à parte nos anais do esporte.

No início deste mês, Gerhard Berger, ex-colega de equipe do falecido tricampeão brasileiro, disse que Hamilton é o único piloto que coloca no mesmo nível de Senna, que morreu em Imola no dia 1º de maio de 1994.

    "É a primeira vez que ouço isso", disse Hamilton aos repórteres no circuito de rua de Baku antes do Grande Prêmio do Azerbaijão.

    "Tenho muita afeição por Gerhard, ele chegou a correr ao lado dele (Senna) e foi um ótimo amigo dele, então isso significa muito vindo dele, alguém que o conheceu tão bem."

    "E é muito tocante ser sequer colocado na mesma frase com alguém como Ayrton", acrescentou.

    "Mas, para mim, Ayrton está sempre em sua própria luz e sempre está em seu próprio nível, que como piloto você aspira a imitar ou se parecer", acrescentou o britânico de 34 anos a respeito do ídolo.

    Hamilton detém o recorde de pole positions, 85, mais que as 65 de Senna, e suas 75 vitórias só ficam atrás das 91 de Michael Schumacher. Senna venceu 41 GPs.

(Por Abhishek Takle)