Publicado em

XANGAI (Reuters) - O mercado acionário da China terminou em alta nesta terça-feira, com os investidores avaliando o alívio temporário nas restrições comerciais dos Estados Unidos sobre a empresa de telecomunicações chinesa Huawei.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,35%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,23%.

Na segunda-feira, Washington aliviou temporariamente as restrições comerciais impostas na semana passada sobre a chinesa Huawei Technologies Co Ltd, em uma tentativa de minimizar problemas para seus clientes. Mas o fundador da Huawei, Ren Zhengfei, minimizou a ação e disse que a empresa de tecnologia se preparou para a atitude dos EUA.

O alívio das restrições e as declarações de Ren impulsionaram as fornecedoras da Huawei e ajudaram a melhorar o sentimento do mercado. O súbíndice de ações de tecnologia da informação avançou 2,37%.

As empresas financeiras ganharam 0,88%, o setor de consumo subiu 1,01%, o imobiliário subiu 0,88% e as empresas de saúde ganharam 1,45%.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,14%, a 21.272 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,47%, a 27.657 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 1,23%, a 2.905 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,35%, a 3.666 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,27%, a 2.061 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,64%, a 10.464 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,69%, a 3.183 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,37%, a 6.500 pontos.

 

 

(Reportagem de Andrew Galbraith)