Publicado em

Por Richard Martin

(Reuters) - A temporada da La Liga começa nesta sexta-feira e Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid dão indícios que estarão muito mais fortes depois de uma janela de transferências que bateu recordes e viu os três maiores clubes da Espanha gastarem 800 milhões de euros em novos jogadores.

O campeão Barcelona tem jogado o campeonato praticamente sozinho nas duas últimas temporadas e é favorito para vencer pela terceira vez consecutiva após fazer transferências inteligentes durante a janela para renovar seu elenco recheado de campeões.

O Barça estreia na sexta-feira contra o Athletic Bilbao, e terá o atacante Antoine Griezmann, vencedor da Copa do Mundo com a França, e o frenético holandês Frenkie de Jong, contratados por 195 milhões de euros no total.

Os catalães, no entanto, não poderão contar com o talismã e artilheiro Lionel Messi, que se recupera de uma lesão muscular, enquanto o clube continua ligado a uma transferência sensacional para recontratar Neymar do Paris St Germain.

Trinta e três vezes campeão, o Real Madrid, enquanto isso, trama uma tentativa de renascer na competição doméstica contra o Celta de Vigo, no sábado, depois de duas campanhas desastrosas consecutivas que o levaram a terminar 17 e 19 pontos atrás do Barcelona, respectivamente.

O time espanhol gastou 305 milhões de euros na janela, um terço disso no belga Eden Hazard, mas o clima no Santiago Bernabeu está longe de ser otimista depois de uma série de resultados ruins na pré-temporada.

O vice-campeão do ano passado, o Atlético de Madrid, também gastou muito dinheiro neste verão depois de faturar com as vendas de Griezmann, Lucas Hernandez e Rodri, e recebe o Getafe de forma eufórica depois de uma excelente campanha de pré-temporada.

O adolescente português João Felix será o jogador a ser observado no Wanda Metropolitano após vir do Benfica em transferência de 126 milhões de euros, apesar de as impressionantes primeiras exibições do atacante indicarem que ele não será intimidado por seu enorme preço.

"Nunca fiquei mais empolgado com uma nova temporada", disse o meia do Atlético Koke.

"Novos jogadores entraram com muita esperança e humildade e estão preparados para trabalhar duro."