Publicado em

BUENOS AIRES (Reuters) - O pai do falecido jogador Emiliano Sala morreu nesta sexta-feira em sua casa, na cidade argentina de Progreso, vítima de um ataque cardíaco, informou a comuna local.

Horacio Sala, de 58 anos, passou mal pouco antes da 5 da manhã e conseguiu chamar os serviços de emergência, mas quando estes chegaram "era tarde demais" e não conseguiram reanimá-lo, disse o presidente comunal de Progreso, Julio Müller, em uma rádio local.

"A sensação que tenho é que ele nunca chegou a superar a morte do filho e tudo que ainda acontece em relação à sua situação judicial", acrescentou Müller.

Emiliano Sala havia sido transferido do Nantes, da França, ao Cardiff, do País de Gales mas que disputa o Campeonato Inglês, quando o avião em que viajava desapareceu sobre o Canal da Mancha em janeiro.

O corpo do jogador de 28 anos foi encontrado duas semanas depois pelo Departamento de investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido (AAIB) junto aos restos da aeronave, no leito do mar.

"Muitos de nós encerramos o ciclo quando o encontramos. Mas eles não: saber que o piloto não podia viajar, que os clubes brigam para ver quem o paga e quem o cobra... isso não termina nunca", disse Müller.

(Por Ramiro Scandolo)