Publicado em

(Reuters) - O Wolverhampton Wanderers teve um gol de Leander Dendoncker anulado pelo árbitro de vídeo (VAR) determinando um empate sem gols contra o Leicester City, no King Power Stadium, no domingo, pela Premier League.

Os Wolves achavam que tinham marcado aos 6 minutos do segundo tempo, mas o VAR considerou que tinha havido um toque no braço de outro jogador da equipe, Willy Boly, antes da conclusão da jogada.

Isso foi pouco depois de Raul Jimenez ter feito o primeiro chute no alvo do jogo.

O treinador do Wolves, Nuno Espírito Santo, afirmou que o VAR, que faz sua estreia nesta temporada no campeonato inglês, tem potencial para "estragar o jogo" para alguns torcedores.

"Eu não vi as imagens, mas confio neles (equipe do VAR). Se elas viram, o que podemos fazer? Coisas que não eram (assim) antes não deveriam ser agora. Temos uma Premier League tão boa, um produto como esse, não podemos perder isso", disse Espírito Santo à BBC.

Em outro jogo da rodada, o reinado de Steve Bruce como técnico do Newcastle United começou de forma decepcionante, com o gol marcado por Pierre-Emerick Aubameyang selando a vitória de 1 x 0 do Arsenal, no St. James Park.

(Reportagem de Martyn Herman)