Publicado em

SÃO PAULO (Reuters) - A exportação de soja do Brasil na nova safra (2018/19) foi estimada em 75 milhões de toneladas, recuo de 1 milhão de toneladas na comparação com o volume recorde da temporada anterior, estimou nesta quinta-feira a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A projeção veio publicada no relatório sobre a primeira previsão da Conab para a safra 2018/19, que deve alcançar entre 117,04 milhões e 119,42 milhões de toneladas, ante um recorde de 119,28 milhões de toneladas na temporada 2017/18, segundo os números estatal.

Em 2017/18, além da grande safra, o Brasil (maior exportador global da oleaginosa) foi amplamente beneficiado por uma maior demanda da China em meio à disputa comercial dos chineses com os norte-americanos.

Já as exportações de milho foram estimadas em recorde de 31 milhões de toneladas em 2018/19, ante 25,5 milhões de toneladas em 2017/18, com expectativa de um aumento da safra do cereal no novo ano, para um intervalo entre 89,73 milhões e 91,08 milhões de toneladas, ante 80,78 milhões em 2017/18.

Neste ano, os embarques de milho foram prejudicados pela nova tabela de frete, que elevou os custos para o setor.

 

(Por José Roberto Gomes e Roberto Samora)