Publicado em


SÃO PAULO - A produtora de cafés, O'Coffee, localizada na cidade de Pedregulho, interior paulista, acaba de receber a certificação "Módulo Clima", da Rainforest Alliance, um importante código de conduta, que avalia o processo de produção sustentável das propriedades, seu foco em responsabilidade social e em proteção ambiental.



“Este certificado é reconhecido internacionalmente e agrega valor ao café comercializado dentro ou fora do País. Os mercados americano, australiano, coreano e japonês, entre outros, apreciam fazendas que investem em produção sustentável, levando em consideração a preservação do meio ambiente”, diz o diretor da O’Coffee, Edgard Bressani.



Para receber o certificado, as fazendas atenderam às normas de agricultura sustentável desenvolvidas pelo Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) e pelo RAS (Rede de Agricultura Sustentável), tais como sistema de gestão ambiental, conservação de ecossistemas, conservação dos recursos hídricos, entre outros.  Além disso, as propriedades da O’Coffee apresentaram não só projetos em relação ao clima, mas também monitoramento do número de árvores plantadas para compensar a emissão de carbono, o uso de fertilizantes orgânicos e a criação de planos de emergência para que os funcionários e suas famílias possam ter segurança caso aconteçam eventos climáticos severos, como possíveis secas ou chuvas excessivas, entre outras exigências do órgão fiscalizador internacional. “Atualmente, as questões ambientais têm se tornado de interesse público, com os consumidores cada vez mais ligados à forma de produção e serviços oferecidos pelo mercado", observa Bressani.



Atualmente 12 propriedades são aprovadas pelos critérios do Módulo Clima no mundo – sendo a O’Coffee a segunda no Brasil -, visto seu alto grau de exigência e uma série de procedimento  a serem cumpridos. “Estamos orgulhosos em poder oferecer grãos cultivados em propriedades, cujas equipes estão fazendo esforços e dando passos concretos para controlar as mudanças climáticas”, diz Alaide Quercia, presidente do Grupo Sol Panamby, holding que administra a produtora de cafés.



Cafés certificados



Além da certificação Módulo Clima, a O’Coffee acaba de participar - e ter dois cafés selecionados - na V Prova de Cafés Certificados, promovida pelo Imaflora (Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola) com o apoio da Expocaccer (Cooperativa dos Cafeicultores do Cerrado), ocorrida na Universidade Federal de Lavras. O café natural produzido na Fazenda Nossa Senhora Aparecida ficou em primeiro lugar, atingindo a nota 86,83, já o café do tipo cereja descascado também produzido na fazenda ficou na terceira colocação, com 84,58 pontos. Os dois cafés da O’Coffee e outros oito selecionados irão representar o Brasil na etapa internacional promovida pela Rainforest Alliance, que será realizada durante a Conferência Anual da Associação Norte Americana de Cafés Especiais, em Boston, em abril de 2013.