Publicado em

Na avaliação do diretor da Scot Consultoria, Alcides Torres, o custo de produção da pecuária bovina deverá ser menor no próximo ano. “Choveu bem, então teremos mais capim, vamos ter boa produção de grãos e o preço do fertilizante caiu. Então, temos uma série de sinais que nos indicam que o custo será menor, o que deve garantir uma margem melhor ao pecuarista”, afirma.

Com relação à reposição, porém, o cenário é o contrário. A tendência é que o preço do bezerro suba com a menor oferta de animais. “O cenário é bom. Se o bezerro sobe e o alimento cai, pode ser que um compense o outro”, projeta Torres.