Publicado em

Nos últimos oito anos, os quais escrevo semanalmente, o texto da última semana de novembro é sempre sobre o mesmo tema – festinha de final de ano da empresa. E neste ano não poderia ser diferente. E já vou avisando: quem tiver curiosidade e ler os textos dos últimos oito anos que trato do tema, não vai ver nenhuma novidade. Sempre bato na mesma tecla – “Festa da empresa não é festa – é trabalho”. E digo mais, ao consultar minha bola de cristal (brincadeira, não tenho uma!), vejo que no início de janeiro alguns escândalos vão surgir na mídia sobre pessoas demitidas em função de abusos em tais eventos, tais como os do ano passado, retrasado....

Pois bem, como ando econômico nas palavras e o tema não merece rodeios, deixo aqui 10 dicas para que você passe pela festa da sua empresa ileso e não coloque a sua carreira em risco. Vamos lá:

1 – Preferencialmente, não beba;

2 – Não ache que, por que todos ali estão mais descontraídos, você pode passar do limite nas brincadeiras ou no vocabulário;

3 – Preferencialmente, não beba;

4 – Não resolva virar o animador da festa contando piadinhas, principalmente que envolvam conotações discriminatórias;

5 – Preferencialmente, não beba;

6 – Não entre em nenhum tipo de brincadeira (fantasias, principalmente) que brinquem com valores alheios;

7 – Preferencialmente, não beba;

8 – Não ache que o seu chefe (ou a sua chefe), por estar naquele ambiente descontraído, deixará de avaliar a sua postura e que isso não vai influenciar decisões futuras;

9 - Preferencialmente, não beba;

10 – Se mesmo assim decidir beber, beba pouco, intercalando com muita água e, se por acaso sentir que o álcool chegou ao cérebro, peça licença e vá embora para casa dormir. E faça isso bem rápido.

Como sempre digo, acho muito triste e lamentável ver uma carreira, com potencial para ir longe, ser destruída em uma festa de final de ano. Pense bem, é só uma festa, acontece uma vez por ano, mas pode determinar o seu futuro na empresa. Faça as contas. Não vale a pena correr nenhum tipo de risco. Deixe para se divertir pra valer quando estiver entre amigos, em outro ambiente e com outro perfil de pessoas. Ali, nesse evento da empresa, você também está colocando um tijolinho na sua imagem. Coloque um tijolo bonito, mostrando que você, em ambientes profissionais, sabe se comportar e representar bem a sua empresa.

Sei que pode parecer meio radical, e confesso que já ouvi isso de algumas pessoas (Marcelo, ralaxa! Não é para tanto!), mas sigo com a minha convicção de que “festa da empresa não é festa – é trabalho”. Até o próximo.