Publicado em

Apesar da articulação do Planalto para evitar mudanças no texto da Reforma da Previdência aprovado pela Câmara Federal, senadores preparam emendas para alterar “equívocos” da proposta. Se a PEC for modificada no Senado, deverá voltar para análise dos deputados. Esse é o medo dos federais, do Governo e do país inteiro.

O senador Esperidião Amin (PP-SC), por exemplo, defende alteração no Art. 21 para deixar claro a idade mínima para o exercício da atividade de minerador em subsolo, e a inclusão de servidores de Estados e municípios nas mesmas regras previstas para servidores civis da União. O senador Reguffe (Sem partido-DF) prepara emenda que prevê mudanças na aposentadoria dos parlamentares. E são apenas dois de vários pontos.