Publicado em

Concurso tem salário inicial de R$ 25 mil 



Ser funcionário do Legislativo federal é um bom negócio. A Câmara dos Deputados lançou ontem edital de concurso público para preencher 53 vagas de analista legislativo (nível superior) e 60 de técnico legislativo (nível médio). Com um salário inicial de fazer inveja a toda a Esplanada dos Ministérios e às altas cortes da Justiça.



O vencimento inicial desses cargos de nível superior é de R$ 25.105,39. É apenas R$ 4.000 a menos do que o maior salário pago ao funcionalismo, que é o de ministro do Supremo Tribunal Federal.



As vagas de nível superior exigem formação em qualquer área e estão distribuídas da seguinte maneira: 4 para consultor de orçamento e 49 para consultor legislativo, sendo duas destas vagas reservadas para candidatos com deficiência.  

As vagas de nível médio serão todas para o cargo de agente de polícia legislativa, sendo 3 delas reservadas para candidatos com deficiência. O vencimento inicial desses cargos é de R$ 12.286,61.



Para todos os cargos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. O edital está disponível, clicando aqui



Líderes do governo discutem hoje prioridades para votação no Congresso



Os líderes do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), e no Congresso Nacional, José Pimentel (PT-CE), vão conhecer nesta quinta-feira a lista dos projetos considerados essenciais pelo Palácio do Planalto para votação nos próximos meses. A reunião está marcada para as 10 horas, no Palácio do Planalto, segundo a Agência Câmara.



A pauta, que será entregue pela ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, deve incluir medidas provisórias. O senador Eduardo Braga explicou que, somente após essa reunião, o Senado saberá que projetos a presidente Dilma Rousseff quer ver aprovados no primeiro semestre. 



Dívidas dos estados



A ministra de Relações Institucionais também deverá receber uma pauta com as prioridades dos senadores. Entre elas está o projeto que reduz os juros da dívida dos estados com a União, trocando o índice IGP-DI pelo IPCA, mais 4% de juros reais, fixando como teto a taxa de juros anual. A equipe econômica, no entanto, ainda tem restrições em relação à proposta, que prevê a retroatividade.



O Projeto de Lei Complementar 238/13, do Executivo, aprovado na Câmara em outubro passado, mudou o índice de correção das dívidas de estados, do Distrito Federal e de municípios com a União para diminuir o saldo devedor. O recálculo vale a partir de 1º de janeiro de 2013.



O presidente do Senado, Renan Calheiros, definiu como prioridade a votação da reforma política e da atualização dos Códigos Penal, Comercial e de Defesa do Consumidor.



Pesquisa nacional aponta 65 mortes em assaltos envolvendo bancos em 2013



Pesquisa nacional mostra que 65 pessoas foram assassinadas em assaltos envolvendo bancos em 2013, uma média de 5,4 vítimas fatais por mês, o que representa aumento de 14,04% em relação a 2012, quando foram registradas 57 mortes, totalizando um crescimento de 32,7% nos últimos dois anos. O levantamento foi realizado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) e Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), com base em notícias da imprensa e apoio técnico do Dieese. Veja as tabelas e gráficos da pesquisa no site www.contrafcut.org.br. A pesquisa será levada hoje ao Ministério da Justiça, em Brasília;



Deputado sugere a suspensão de vendas de linhas de celular



O presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, deputado Edinho Bez (PMDB-SC), vai sugerir à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que interrompa as vendas de novas linhas de telefone celular até que seja resolvido o problema da má qualidade dessa tecnologia no País.



"Isso está uma vergonha porque a Anatel continua deixando as operadoras venderem novos números, novos chips. Nós já estamos com 270 milhões de telefones celular. Tem que dar um basta. Vou enviar uma correspondência na semana que vem, solicitando que a Anatel suspenda imediatamente a venda de telefone celular no Brasil", afirmou Edinho Bez.