Publicado em

Com a nova tendência no mercado de beleza, de homens investindo em produtos e serviços que promovam o bem-estar e a autoestima, algumas marcas de franquias já desenham sua estratégia de expansão no segmento masculino de consumidores. O fator decisivo para o investimento dos homens nesse setor é que ele não costuma sofrer muito com os períodos de crise, por mais que os consumidores substituam produtos mais caros por mais baratos, eles não deixam de ir ao local de confiança para realizar os serviços ligados à beleza, explica Jane Muniz, fundadora do Spa das Sobrancelhas, uma das marcas que surfa nessa onda.

Mais vaidosos com a aparência

“Os homens, principalmente os mais jovens, têm se tornado vaidosos e interessados cada vez mais em cuidar da aparência. Por causa disso, a indústria tem apostado mais em produtos e serviços de beleza para esse público. Não é à toa que o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial do universo de homens que buscam itens para fins estéticos, atrás somente dos Estados Unidos”, comenta Muniz. O público masculino compõe cerca de 10% dos clientes, e se torna mais fiel por confiar no atendimento logo após a primeira experiência.

Interesse além da barba e cabelo

Essa atração dos homens por assuntos de beleza está fazendo com que eles vão mais além. A nova tendência no mercado é homens investindo em produtos e serviços que promovam o bem-estar e a autoestima. Na rede de franquias do Spa das Sobrancelhas, por exemplo, cerca de 50% das lojas são geridas por casais e cerca de 15% geridas exclusivamente por homens. O homem que busca abrir um negócio no setor de beleza procura se informar dos resultados do investimento. E não há reação negativa do público feminino a negócios comandados por homens.

Mulheres não têm preconceito

“Em um primeiro momento, o investidor fica preocupado com o preconceito que pode ocorrer, mas o mercado não retorna dessa forma. O sucesso do empreendimento vem na confiança que os clientes têm com a marca, a proposta de exclusividade nos serviços. Cabe aos franqueados não medirem esforços para a busca do crescimento do negócio”, afirma a fundadora do Spa das Sobrancelhas. “Com crescimento contínuo nos últimos anos, o mercado investe em tecnologia e está sempre em busca de inovação”, diz Marko Porto, sócio-fundador do Spa das Sobrancelhas.

Crescendo há mais de cinco anos

O mercado de beleza no Brasil apresenta crescimento há mais de cinco anos seguidos e deve seguir avançando cada vez mais. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento do setor de franquias nos últimos anos saltou de R$ 163,319 bilhões para R$ 174,843 bilhões. A preocupação com a saúde e o bem-estar tem levado os segmentos de saúde, beleza e bem-estar a ter resultados mais crescentes, totalizando 5,4% a mais que no ano anterior. Esse contexto melhorou a oportunidade de rentabilidade, oferecendo segurança para o investidor.

Crowfunding em alta

Segundo a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) os investimentos via crowdfunding cresceram mais de 451% de 2016 a 2018. Para as pequenas e médias empresas é uma alternativa atrativa, pois antes só restavam o financiamento direto com os bancos ou a captação através de grandes investidores e family offices. A plataforma criada pela Glebba Investimentos, por exemplo, é uma das que possibilitam o levantamento coletivo de recursos para viabilizar loteamentos e empreendimentos reunindo os recursos de muitas pessoas. “O Brasil possui várias possibilidades de desenvolvimento imobiliário, muitas das quais poderiam ser captadas via plataformas de crowdfunding. O mercado imobiliário é um dos mais sólidos e tradicionais e, por isso, precisamos investir em novas formas para fazer esse setor crescer ainda mais”, explica Francisco Perez, Head de Investimentos da Glebba, primeira fintech do Brasil a fazer “vaquinhas eletrônicas” imobiliárias para viabilizar a construção de loteamentos.

Turismo médico

 O governo do Estado do Rio de Janeiro está atento ao crescimento do turismo médico no mundo. O setor já movimenta, por ano, US$ 100 bilhões, com taxas de crescimento que ultrapassam os 50%. Os secretários estaduais de Turismo e Saúde, Edmar Santos e Otavio Leite, respectivamente, criaram um grupo de trabalho para estimular o segmento no estado, que será integrado por uma série de especialistas das duas áreas. O cirurgião plástico Ricardo Cavalcanti Ribeiro, presidente do Instituto Carlos Chagas e chefe da cirurgia plástica do Hospital Universitário Gafrée e Guinle, é um dos especialistas que integra o novo grupo. Segundo Ribeiro, o Brasil, e mais especificamente o Rio de Janeiro, tem como diferencial uma relação extremamente favorável entre preço, qualidade dos médicos e dos serviços e instituições. Outra vantagem do Rio é a possiblidade do paciente viajar com a família e ampliar a estadia para visitar pontos turísticos, gerando ainda mais recursos para a cidade.

 Nova Lei de Incentivo à Cultura

O funcionamento da Lei de Incentivo à Cultura e as perspectivas futuras do mercado de musicais após as mudanças na legislação são os temas do debate, hoje, promovido pelo Movimento Fomento Cultural, na capital paulista, com a classe artística em geral, sobretudo os profissionais do teatro musical (artistas, técnicos, criativos, músicos, advogados, assessores e contadores, entre outros).  Os painéis vão tratar em detalhe sobre as novas normas, a captação de recursos, execução de projetos, futuro dos musicais. "É urgente, pois visa trazer luz às políticas públicas atuais que colocam em xeque a permanência dos diversos modelos teatrais brasileiros. É contundente, pois discute o caráter pedagógico do teatro, ao promover as reflexões sobre as questões essencialmente humanas. Convidamos  a todos que compartilham do pensamento de que a ‘cultura nos salva’ a participarem do Movimento que começa agora, mas que não pretende parar tão cedo", completa o produtor Renato Chiquito, um dos criadores do MFC.

Fotografias de balé

Uma das fotos que integra a exposição no Shopping JK. (Foto: Tomas Kolish Jr.)

O fotógrafo Tomas Kolisch Jr., especialista em retratar bailarinos, abre hoje, no Shopping JK, exposição sobre o tema balé. A exposição ficará aberta para visitação nos próximos quinze dias. O visitante da mostra terá a oportunidade de conhecer um pouco da trajetória de Kolish Jr., que fotografou os mais importantes bailarinos do Brasil e do mundo.

 

Liliana Lavoratti é editora de Fechamento - liliana@dci.com.br