Publicado em

Festa de aniversário com bolo e brigadeiro. Judô, com mudança de faixa conforme o grau de concentração e disciplina dos cachorros. Happy hour compartilhado. Isso tudo para consumidores pets, principalmente, e seus donos. O universo de serviços e produtos para animais de estimação não tem limite: incluem hidratação dos pelos, ou da pele, no caso das cobras, ou do casco de tartarugas, e até de penas de galinhas de raças, e outros bichos que frequentam a Padaria Pet, em São Paulo. O empreendimento cresceu 450% nos últimos três anos, em que o Brasil passou por uma das mais severas crise econômicas, com recuo do consumo dos humanos.

Força econômica dos bichos de estimação

As várias atividades da empresa geram um faturamento anual acima de R$ 2 milhões e cerca de 300 empregos diretos e indiretos, informa Ricardo Chen, um dos três sócios-fundadores do empreendimento. Todos descendentes de asiáticos que migraram para São Paulo e formados em universidades renomadas, eles abandonaram suas carreiras em grandes empresas depois que os irmãos Rodrigo e Ricardo Chen em 2011, se depararam nos Estados Unidos, com uma padaria pet e viram o potencial do negócio no Brasil. A primeira loja foi aberta em 2015.

100 toneladas de petiscos por ano

A empresa aposta no crescimento do consumo de produtos para os pets e capricha no visual

“Queremos chegar ao final de 2019 com vinte lojas franqueadas. Esse mercado só vai crescer, e se a economia melhorar um pouco, aí que não avançar”, prevê Arquelau So, outro sócio-fundador da empresa. Hoje, são quatro lojas, das quais duas próprias e duas franquias; 60 distribuidores no País, 600 lojistas que adquirem diretamente os produtos fabricados na indústria em Dionísio Cerqueira (SC), com capacidade para 100 toneladas ao ano de petiscos, iscas de carne, bolos. A localização barateia o custo de frete da farinha de trigo, importada da Argentina.

Boutique e brinquedos para peludos

O negócio que surgiu como um espaço para humanos e seus animais de estimação desfrutarem, hoje é um marca em várias áreas, que também abrange parcerias para abastecer a boutique de roupas para os pets, o desenvolvimento de brinquedos, camas e outros apetrechos para o segmento. Do Centro de Distribuição, em Cotia (SP), saem os principais produtos para abastecer centenas de cidades. Além das franquias, a empresa tem um modelo de revenda para empreendedores que desejam distribuir os produtos da Padaria Pet, e a plataforma de e-commerce Dog Shop.

Academia de judô para cachorros

“Assim como os americanos, os brasileiros passaram a humanizar mais os seus animais, tornando-os membros da família. Por isso, o conceito da Padaria Pet é muito receptivo aqui”, enfatiza Chen. O empreendimento tem mais planos. “Criamos a Judog, primeira academia de judô para cães do mundo, com mudança de faixas conforme a disciplina e concentração dos cães”, conta. E os mais ousados também podem levar suas cobras, tartarugas, escorpiões de estimação para um banho de hidratação no spá, atendidos por groomers, tosadores certificados.

Amazônia sustentável

Amanhã e quarta (12 e 13), em Manaus (AM), acontecerá o Primeiro Fórum de Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis da Amazônia (FIINSA), onde serão debatidos os desafios e oportunidades para o desenvolvimento dos negócios na região e compartilhar experiências. Além de painéis sobre investimento de impacto e negócios sustentáveis, oficinas práticas para os empreendedores, o fórum promoverá uma Rodada de Investimento, na qual startups competirão por investimentos diretos de até R$ 600 mil e participarão de um programa de aceleração e incubação. “Nosso objetivo é atrair um maior número de parceiros do setor privado para trabalharmos juntos no desenvolvimento de um modelo econômico sustentável n. As empresas contribuirão para garantir soluções de longo prazo que promovam desenvolvimento sustentável e conservação da biodiversidade na Amazônia Legal brasileira,” explica Michael Eddy, Representante da USAID no Brasil. Representantes de grandes empresas participarão do evento.

Igualdade de gênero

A igualdade de gênero é um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), uma agenda mundial com 17 objetivos e 169 metas a serem atingidas até 2030. Hoje, em São Paulo, a Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas lançará uma plataforma gratuita para que empresas possam avaliar suas políticas internas e seus programas atuais sobre igualdade de gênero, a WEP Gender Gap Analysis (Análise de Diferença de Gênero e Princípios de Empoderamento das Mulheres). A metodologia foi desenvolvida pelo Pacto Global da ONU, em colaboração com a ONU Mulheres e o BID Invest. O lançamento da versão em português será realizado no debate Gênero e inclusão nas empresas: diálogos sobre o impacto da igualdade de gênero nos países nórdicos e no Brasil.

Rumo ao exterior

Um flutuador para instalação de equipamentos submarinos  de exploração de petróleo,  criado pela IPB-GR Indústria Mecânica Ltda, empresa brasileira de capital 100% nacional, foi recém patenteado nos EUA.  O pedido havia sido depositado em 2016. O mesmo pedido  de proteção da inovação feito um ano antes no Brasil ainda aguarda decisão do INPI. A advogada da empresa, Claudia Zeraik, do escritório Montaury Pimenta, Machado & Vieira de Mello, destaca que, devido ao longo tempo de espera para obter uma patente no país, pesquisadores e empresas buscam , cada vez mais, protocolar os pedidos no exterior, em  mercados  abertos à inovação e a proteção à propriedade intelectual, para obter mais rapidamente o retorno do investimento em pesquisa e desenvolvimento.

Força de vendas de imóveis

A RE/MAX Brasil espera fechar 2018 com o dobro do faturamento de 2017. Nos nove primeiros meses deste ano, a rede de franquias de imóveis obteve receita 76,6% maior que a do mesmo período do ano passado. Comparando-se desempenhos no terceiro trimestre, o deste ano superou em 92% o faturamento registrado em 2017. “Ninguém no mercado imobiliário cresce como nós”, afirma Peixoto Accyoli, CEO da RE/MAX. A força de vendas evoluiu de 1.504 profissionais, no início de 2018, para 1.906 ao final de setembro último – um aumento de 27,92%. O quadro de associados já havia crescido 42% em 2017. Em curto prazo, a empresa espera alcançar 2.500 associados e 210 unidades em operação no território nacional. Na semana passada, a empresa sediou o primeiro workshop internacional de Haka, para uma apresentação da filosofia milenar dos guerreiros Māoris da Nova Zelândia, pelo co-fundador da Haka Brazil, Wagner Mukto. Para Ernani Assis, vice-presidente executivo da rede de franquias que mais vende imóveis no mundo, o Haka é um mantra, uma cultura, uma filosofia de vida.

São Paulo dança O Lago dos Cisnes

 
Lago dos Cisnes é um balé com música especialmente composta por Tchaikovsky que estreou em 1877 no Teatro Bolshoi
 
 
 

 

 

A partir desta quarta-feira (14), os paulistanos poderão assistir no Teatro Sérgio Cardoso “O Lago dos Cisnes”, de Mario Galizzi, um especialista em balés clássicos. A temporada da São Paulo Companhia de Dança, corpo artístico da Secretaria da Cultura do Estado gerido pela Associação Pró-Dança, celebra sua primeira década, com a estreia do balé mais aclamado de todos os tempos. A obra é dançada com grande sucesso pelas principais companhias do mundo, desde o final do século XIX, além de marcar presença no cinema, a exemplo do filme Cisne Negro, com Natalie Portman, que ganhou um Oscar pelo trabalho e também com uma versão em desenho, da boneca Barbie. As apresentações serão de quarta a domingo, até o dia 02 dezembro.

 

Liliana Lavoratti é editora de Fechamento

liliana@dci.com.br