Publicado em

Os pequenos e médios produtores culturais da capital paulista estão pressionando o prefeito Fernando Haddad (PT) para regulamentar ainda neste ano e prever no Orçamento de 2016, que começa a ser discutido na Câmara de Vereadores, a renúncia fiscal de Imposto sobre Serviços (ISS) e de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) destinados ao incentivo de projetos culturais. Os pequenos e médios produtores, que dificilmente acessam recursos da Lei Rouanet (tributos federais) e editais estaduais com receitas do ICMS, contam com as novas regras para manter as atividades culturais em 2016, um ano ainda contaminado pela crise.





Apoio a pequenos produtores culturais

A regulamentação aguardada é da Lei 15.948, sancionada em 2013 por Haddad e institui o ProMAC (Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais). Proposta pelo tucano Andrea Matarazzo, surgiu para modernizar a antiga "Lei Mendonça" (10.923/1990) e ampliar recursos para a cultura e estabelecer regras mais objetivas para a obtenção de patrocínio a projetos culturais. Cerca de 50 produtores culturais pediram a regulamentação ontem em reunião da Associação Paulista dos Amigos da Arte (APAA), que presta serviços ao governo paulista.



 

Celular e venda de carros

O CEO do portal iCarros, Sylvio de Barros, faz palestra hoje nos Estados Unidos para falar sobre como a experiência mobile está transformando o mercado automotivo na América Latina. Ele é o único brasileiro entre 80 speakers que irão liderar as conversas sobre os novos rumos da indústria na décima edição do J.D. Power Automotive Marketing Roundtable, o maior evento de marketing automotivo do mundo. "Vamos mostrar como os smartphones estão mudando o relacionamento de consumidores e profissionais de venda do mundo automotivo na hora da compra."





Melhores idades

"Inspirando um mundo melhor para todas as idades" foi o tema do debate realizado ontem entre gerontólogos, médicos, psicólogos, estudiosos da longevidade e autoridades de saúde pública durante o décimo Fórum da Longevidade Bradesco Seguros, na capital paulista. Dentre os participantes, o gerontólogo Alexandre Kalache, a escritora Marcia Tavares (autora do livro "Trabalho e Longevidade") e a psicóloga Ligia Py, e especialistas internacionais, como a antropóloga e professora da Universidade de Columbia (EUA) Ruth Finkelstein.





Educação e competitividade

O papel da educação sobre a produtividade, capacidade de geração de inovação e competitividade das empresas e sua inserção numa economia global será o tema do 2º Fórum Nacional de Educação, hoje, em São Paulo, com líderes empresariais, especialistas em educação, autoridades e representantes do setor público e privado. O evento, promovido pelo Lide - Grupo de Líderes Empresariais, com apoio do Instituto Ayrton Senna, presidido por Viviane Senna, contará com a presença, dentre outras autoridades, do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).





Liliana Lavoratti, editora-fechamento

liliana@dci.com.br