Publicado em

Negar e desistir são os verbos mais usados na cobertura do governo de Jair Bolsonaro (PSL). O vai e vem de informações, que marcou a primeira semana da nova administração federal, continuou. Somente ontem – um dia após a cúpula do Palácio do Planalto ter se esforçado para desfazer o mal entendido da sexta-feira (4) no qual o presidente da República foi desmentdio por subordinados –, foram três manchetes nesta linha: Onyx nega uso irregular de verba de gabinete de deputado; Bolsonaro desiste de base militar dos EUA no Brasil, diz Folha; Presidente da Caixa nega aumento de juros no financiamento imobiliário para a classe média.

Onyx nega desvio de verba

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, negou em nota ter feito uso irregular da verba de gabinete de deputado federal, conforme reportagem publicada pelo jornal Zero Hora. Segundo a reportagem, Onyx, por quase 10 anos, usou 80 notas fiscais de uma empresa de consultoria tributária para receber da Câmara 317 mil reais em verbas de gabinete. Dos 80 cupons, 29 foram emitidos em sequência pela Office RS Consultoria Sociedade Simples, o que indicaria que o então deputado foi o único cliente da empresa por meses a fio, de acordo com a Reuters.

Bolsonaro recua de base militar

Já Bolsonaro recuou da intenção inicial de permitir a instalação de uma base militar norte-americana em território brasileiro, e fez chegar a informação a oficiais generais da cúpula das Forças Armadas que eram contrários à proposta, segundo o jornal Folha de S.Paulo de ontem. A Folha disse que apurou com generais que o recado foi passado pelo ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, depois da repercussão negativa entre a cúpula militar da ideia levantada pelo presidente. Alta fonte militar disse à Reuters que as Forças Armadas são contra essa ideia.

Presidente da Caixa nega aumento de juro

O novo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, também fez declarações que não se sustentaram um dia. Ontem, ele negou que vai haver aumento dos juros no financiamento da casa própria para a classe média, conforme anunciara em sua posse, anteontem (7), mas destacou que eles permanecerão acima dos juros do Minha Casa Minha Vida, voltado aos mais pobres. Guimarães disse ter ficado incomodado com parte da imprensa que, segundo ele, distorceu suas palavras quando ele falou que os juros da classe média atenderiam as regras de mercado.

Seria a difícil arte de governar?

Com exceção do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, experiente na rotina da capital federal pelo lado do Congresso, é certo que a grande maioria dos auxiliares de Bolsonaro segue o perfil do capitão, de novato na gestão pública. Acostumado a ganhar holofotes com declarações e atitudes polêmicas, o outrora parlamentar e candidato ocupa a principal cadeira da República, com todo o peso que isso significa. Daí que, como se dizia antigamente, caldo de galinha e prudência não faz mal a ninguém. Especialmente para quem está começando na difícil arte de governar.

Aço descola da crise ...

Sócio fundador e diretor comercial da AÇOVISA, Andreis Bassi de Melo: Mercado deverá continuar aquecido neste ano

Acompanhando o aumento de 8,9% nas vendas de 2018, a indústria do aço prevê cenário bastante positivo em 2019, podendo chegar à alta de até 30%. A perspectiva tem relação, especialmente, com o aumento do consumo do produto e da demanda por parte das empresas de autopeças, dos setores de implementos agrícolas, da indústria de reposição e de transformação, entre outros. O sócio fundador e diretor comercial da AÇOVISA, Andreis Bassi de Melo, confirma que o mercado deverá continuar aquecido em 2019. “Fechamos 2018 com aumento de 25% nas vendas e aumento de 32% no faturamento. Para 2019, nossa meta é aumentar as vendas em 30% e o faturamento em 35%. E, muito disso, virá dos investimentos que faremos”, adiantou Melo.

... e continuará crescendo em 2019

Entre 2018 e até o final do ano de 2019, a distribuidora de aço espera ter investido entre R$ 5 milhões e R$ 8 milhões, com objetivo de se tornar ainda mais competitiva. “Teremos novas linhas de produtos, vamos trocar 60% da frota de veículos e ainda o maquinário, que contará com máquinas de corte sofisticadas em todas as sete unidades da empresa espalhadas pelo país. Além disso, estamos investindo em um software para automatizar e integrar todo o sistema, nos consolidando, assim, na indústria 4.0”, apontou. A AÇOVISA quer aumentar o seu quadro de funcionários em 10%. “As vagas, inclusive, já estão abertas para a equipe Comercial, de Assistência Técnica e de Produção”, completou Melo.

Igualdade de gênero

A equidade de gênero são temas caros ao escritório de advocacia Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques. A banca tem investido desde 2016 no engajamento dos colaboradores na promoção da igualdade entre homens e mulheres no ambiente de trabalho, criou o Comitê Manesco Mulher, para colocar em prática uma série de ações voltadas à equidade de gênero, e acaba de aderir ao “Women's Empowerment Principles” (WEP), da Organização das Nações Unidas (ONU), que estabelece sete princípios a serem adotados pelas empresas que se comprometem com a causa feminina. Entre os princípios estão “estabelecer liderança corporativa de alto nível” e “promover a educação, capacitação e desenvolvimento profissional das mulheres”. No Brasil, a Manesco é a quarta banca de advocacia a aderir ao WEP.

Número da sorte

O ator Maurício Machado está cercado pelo número 5 em 2019. Ele é a estrela do espetáculo “Festa, A Comédia”, que estreia em 12 de janeiro no recém-inaugurado Teatro West Plaza, na capital paulista, onde interpreta cinco personagens em cinco textos escritos especialmente para ele por cinco grandes nomes do teatro e TV brasileiros: Walcyr Carrasco, Heloísa Périssé, Alessandro Marson, Vincent Villari e Daniele Valente. Maurício ainda comemora cinco anos do Teatro Safra, em que assina a curadoria artística ao lado do diretor, inclusive de seu espetáculo, Eduardo Figueiredo.  O público já na sua chegada é convidado especial de uma típica festa infantil, recepcionados pelo primeiro personagem da peça, um palhaço! Imagine o que não é capaz de acontecer numa festa para crianças? Imaginou? Então, situações inusitadas, bizarras e divertidas acontecem nesta festa de nosso aniversariante mirim que guarda um grande segredo!

 

PLANO DE VOO