Publicado em

Sete em cada 10 brasileiros usam internet no País, indica a pesquisa TIC Domicílios 2018, divulgada ontem pela Comitê Gestor da Internet no Brasil. São 127 milhões de internautas, alta de 37% em cinco anos. Em 2013, metade da população estava conectada, agora já são 70%. O acesso poderia ser ainda maior com atualização do marco regulatório, permitindo que investimentos obrigatórios na telefonia fixa e em orelhões sejam destinados à expansão da banda larga, conforme o setor. Também é importante o uso de recursos dos fundos setoriais, especialmente o Fust, parar atender os mais pobres em regiões remotas.

Uso é intenso em todo o Brasil

A pesquisa mostra também que o uso da internet no Brasil é intenso: 89% dos usuários acessam a rede todos os dias. Há cinco anos, esse percentual era de 71%. Esses dados confirmam o crescimento no tráfego de dados, especialmente nas redes móveis, reforçando a necessidade de atualização das leis municipais para a instalação de antenas e fibra óptica. No Brasil, grandes cidades, como São Paulo e Belo Horizonte, estão com leis ultrapassadas que estão impedindo a expansão dos serviços e o atendimento adequado à demanda.

Maior expansão se dá entre classe C, D e E

A pesquisa mostra que 67% dos lares brasileiros têm acesso à internet, equivalente a 46,5 milhões de domicílios. Nos últimos cinco anos, a proporção de residências conectadas cresceu de 43% para 67%. A expansão tem se dado principalmente entre as classes C, D e E, que no último levantamento apresentaram índices de conexão de 76% na classe C e de 40% na classe D/E. Nesta última, o crescimento foi de 33% de 2017 para 2018 e mais que dobrou desde 2015. O celular é o grande meio: 88% da população usam serviços móveis, sendo 90% em área urbana e 76% rural.

Brasil tem mais de 210 mi de habitantes

O Brasil já conta com mais de 210 milhões de habitantes, quantidade superior aos 208 milhões registrados em 2018. O número atualizado é de 210.147 125 de habitantes, conforme a mais nova estimativa da população brasileira divulgada nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Três Estados do Sudeste estão no topo da lista dos mais populosos. São Paulo lidera com 45.919.049 de habitantes, com 12.252.023 pessoas só na capital do Estado. Em seguida, vêm Minas Gerais, com 21.168.791 e Rio de Janeiro, com 17.264.943.

Maior população no NE está na Bahia

No Nordeste, a Bahia tem a maior população da região, com 14.873 064 de habitantes. No Sul, Paraná e Rio Grande do Sul quase empatam no número de pessoas, com 11.377.239 e 11.433.957 de habitantes, respectivamente. No Norte, o Estado do Pará é o mais populoso, com 8.602.865 de habitantes, e, no Centro-Oeste, é o Estado de Goiás, com 7.018.354. Pela nova estimativa, o Distrito Federal tem 3.015.268 de moradores. A nova estimativa será utilizada para o cálculo das cotas dos fundos de participação de Estados e municípios. /Agências

 

PLANO DE VOO