Publicado em

O Alibaba Group Holding disse na quarta-feira que assinou um acordo com o governo da Bélgica para o lançamento de um centro de comércio eletrônico, que incluirá investimentos em infraestrutura logística.

O projeto faz parte da Electronic World Trade Platform (eWTP) do Alibaba, e a Bélgica é o primeiro país europeu a aderir ao projeto seguindo acordos semelhantes na Malásia e em Ruanda.

O braço de logística do Alibaba, Cainiao, vai alugar um porto logístico de 220 mil metros quadrados no aeroporto belga de Liège, e investir inicialmente 75 milhões de euros no projeto que deve iniciar as operações em 2021, disse.

"Acreditamos firmemente que, sob o eWTP, abriremos o enorme potencial para as empresas europeias colherem os benefícios do comércio transfronteiriço global, especialmente no mercado da China", afirmou o presidente-executivo do Alibaba, Daniel Zhang, em comunicado.

O eWTP foi projetado para ajudar os países a reduzir as barreiras comerciais ao comércio eletrônico, incluindo a redução ou a eliminação de tarifas e a aceleração da liberação alfandegária.

O Alibaba está expandindo o projeto para a Europa em meio a tensões comerciais mais amplas, que forçaram a empresa a recuar dos esforços para atrair vendedores dos Estados Unidos.

Recentemente, o presidente do conselho do Alibaba, Jack Ma, disse que os planos anteriores para criar um milhão de empregos nos EUA foram congelados devido às tensões comerciais, segundo a mídia estatal chinesa.