Publicado em

A Drogaria Onofre vai abrir mais duas megastores(lojas gigantes), na capital paulista, em 2003. Uma, no bairro do Itaim (zona sul). Segundo seu diretor, Marcos Arede, até o final do primeiro semestre a loja no Itaim será aberta, e a outra, a terceira megastore, virá no final de agosto. Com um mix de 21 mil produtos, além dos serviços prestados pela loja modelo, como exames de diabetes, médicos medindo pressão, entre outros serviços, uma megastore da marca atende por dia cerca de 2 mil pessoas, "muito mais que nossas expectativas", observa Arede. A primeira megastore foi aberta em 10 de fevereiro, na esquina da Avenida Paulista com Rua Bela Cintra. A loja tem área de 650 metros quadrados.

Acompanhando a grande tendência mundial, onde o serviço vende os produtos, a Onofre decidiu sair na frente novamente e implantar o sistema em sua rede para melhor atender a seus clientes, afirma Arede. Na opinião dele, a Onofre não está fazendo nada mais que a obrigação de uma farmácia. "Nossos serviços não são cobrados, e com isso estamos salvando vidas", diz.

Segundo Arede, durante esses primeiros dias a loja já realizou 3 mil testes de diabete, e 10% dos clientes não sabiam que eram diabeticos; 4 mil testes de hipertensão, dos quais 20% que acusaram ser hipertensos não sabiam da doença; e 1 mil testes de osteoporose. "Depois dessas constatações orientamos as pessoas a procurarem os seus médicos", observa. Entre os serviços oferecidos na primeira megastore, exceto os que já foram citados, estão nutricionista, área de descanso, limpeza de pele, massagem facial, manobrista, shiatsu (um tipo de massagem japonesa) e café expresso.

Ele afirma que em uma loja normal a quantidade de produtos é de 14 mil itens; já a megastore possui 7 mil produtos a mais. "Essa quantidade de produtos equivale a um mix de supermercado", observa. Com 65 anos de mercado, a Onofre se orgulha de seu pionerismo, "sempre estamos atrás de inovações para melhor atender a nossos clientes", afirma. A rede, composta por 23 lojas - todas próprias -, possui duas lojas com sistema drive through (nas avenidas Rebouças e Giovanni Gronchi), afirma Arede. Segundo o diretor, a rede não pretende ultrapassar as fronteiras do estado de São Paulo, mas garante que as vendas via Internet, pelo sistema 'farmácia em casa', já atendem a todo o país, mesmo porque 25% das vendas são para fora de São Paulo. Segundo ele, o sistema faz 20% da receita.

Ver mais na página A-6