Publicado em

O Natal não passa batido na vida do brasileiro. Apertando ali, desafogando acolá, as famosas lembrancinhas e os itens para a ceia sempre estão presentes na lista de gastos de fim de ano da população, mesmo em tempo de aperto financeiro.

Igualmente cautelosas estão as empresas. Vindo de um ano repleto de situações atípicas, que afetaram como nunca o varejo e suas ramificações, o setor não perde tempo e, mesmo assim, se prepara para atender às expectativas dos consumidores.

Tivemos a paralisação dos caminhoneiros; alta do dólar, no preço dos combustíveis e da energia elétrica, que atingem tanto o orçamento mais apertado do cliente, quanto dos comerciantes, impactados igualmente com essas tarifas.

Os ecos destes acontecimentos ainda ressoam nas empresas. Por isso, organizar é o verbo do momento. Neste aspecto, o setor logístico é bastante mobilizado por ser considerado o termômetro que mede a eficiência da empresa, desde a expedição até a entrega.

Acoplar Tecnologia da Informação dentro da cadeia de suprimentos é uma ação indispensável para otimizar o processo logístico. O mercado atual exige agilidade e precisão nos dados da venda e, quanto maior a rapidez, maiores serão as chances de se realizar entregas mais efetivas e organizadas nesta época do ano.

Centralizar as informações em um dispositivo móvel, seja ele tablet ou celular, garante mais eficiência na logística, bem como minimiza possíveis erros humanos e situações inesperadas. Sem contar nos ganhos em produtividade, na maior confiabilidade dos dados e na redução de custos, entre outros benefícios.

Para potencializar a entrega, planejar o roteiro que o motorista irá percorrer através do uso de roteirizadores é uma opção prática para melhorar o processo. Este tipo de tecnologia monta automaticamente a melhor rota para atender os clientes, com custo reduzido e com tempo menor, buscando equilíbrio entre preço e serviço. Ademais, gasta-se menos combustível e o motorista fica mais produtivo.Dinamize o planejamento das entregas ou coloque este item na agenda de prioridades para 2019. A empresa que já aderiu tem tudo para ter um Natal melhor, com entrega ideal, econômica e ainda, por cima, gerando empatia e credibilidade aos seus clientes mesmo frente a um ano desafiador.

Fabrício Santos é gestor de oferta logístia na Máximo Sistemas 

fabriciosantos@maximasistemas.com.br