Publicado em

São Paulo - Com plano de estreitar relações com o consumidor e estar presente em todos os cantos do País, a varejista Lojas Americanas estuda entrar no modelo de lojas de conveniências. O primeiro passo nesse caminho foi dado com a abertura de uma loja conceito no Rio de Janeiro, operação que vem para reforçar a meta da empresa de abrir 800 lojas até 2019.

"Esse mercado está em grande avanço no Brasil", afirmou o diretor financeiro e de relações com investidores da Lojas Americanas, Murilo Corrêa, em teleconferência com analistas na última sexta-feira (12).

Para aproveitar melhor esse potencial, ele conta que a empresa investiu na primeira loja conceito para testar o mercado: inaugurada recentemente no bairro do Leme, localizado no Rio de Janeiro."A gente acha que tem tudo para dar certo. Ao decidir pela Americanas Express, a gente escolheu estar mais próximo do cliente, com lojas que se adequam ao perfil de cada um", completa.

O plano de entrar no ramo de conveniência não é de hoje. No ano passado, a companhia vislumbrava a possibilidade de adquirir uma fatia do negócio de postos de combustível e lojas de conveniência da BR Distribuidora.

Sem sair do papel a negociação, a empresa resolveu desbravar, à princípio sozinha. A loja piloto no Rio nasceu com a bandeira Americanas Express, nome que ainda pode mudar conforme o crescimento do modelo.

Além dos modelos mais enxutos, a aposta da rede é incrementar o leque de produtos de marca própria. Hoje a empresa conta com 16 marcas próprias, que oferecem cerca de oito mil produtos. Em 2017, devido a eventos como a volta às aulas, o carnaval e a Páscoa, novas opções entraram no escopo da rede. "Sentimos uma participação muito boa das marcas próprias."

Expansão

Através do plano de expansão "85 anos em 5 - Somos Mais Brasil", iniciado em 2015, a varejista estima abrir 200 lojas neste ano, com o objetivo de chegar a 800 novas operação ao final de 2019, sendo que nas duas primeiras temporadas desse plano, a Lojas Americanas inaugurou 185 unidades, totalizando 1127 lojas no final do ano passado.

Sobre estimativas de avanço em 2017, Corrêa afirma: "No primeiro trimestre deste ano, inauguramos sete lojas e temos mais de 130 lojas que estão em construção, ou com contratos avançados."

Outra ascensão expressiva, e bastante comemorada pela empresa, foi a geração de cartões de crédito, que chegou a marca de 1,013 milhão de emissões ao final de abril.