Debate americano: Coronavírus foi assunto principal de Trump e Biden

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

 Após um primeiro encontro caloroso, os candidatos à presidência dos EUA, Donald Trump e Joe Biden, se reencontraram na noite desta quinta-feira (22) em novo debate americano. E o assunto que mais ganhou ênfase entre os opositores foi: coronavírus.

Durante um terço do tempo do debate das eleições EUA, Biden e Trump discutiram as medidas que deveriam ter sido tomadas e as que ainda poderão ser no combate a covid-19. O tempo estendido do assunto fez outros temas serem discutidos de forma menos enfática, como relações exteriores e questões raciais. Nessa quinta, os candidatos ao cargo máximo nos EUA tiveram um tom mais moderado em comparação ao primeiro debate – ao qual Trump discutiu até com o apresentador, na ocasião.

Este foi o primeiro encontro dos concorrentes após o presidente Donald Trump ser contaminado pelo coronavírus. Trump chegou a ficar internado, porém, foi autorizado pelos médicos a frequentar eventos públicos antes do fim de seu isolamento – gerando críticas. No reencontro desse dia 22 de outubro, o atual presidente afirmou durante o debate americano estar imune e disse ainda que a vacina estaria pronta até o final do ano, mas não especificou qual dos medicamentos em produção atualmente corresponderia esse cronograma. Ainda sobre a pandemia, Trump discordou do isolamento e defendeu a reabertura do país.

Os EUA são o país com maiores infecções e óbitos por covid-19 no mundo. Os dados apontam que há um aumento nas últimas semana – por exemplo, a Flórida, que atingiu essa semana seu maior número de casos, desde agosto. As autoridades médicas temem que, assim como na Europa, os Estados Unidos tenham uma segunda onda do vírus.  Segundo a Universidade Johns Hopkins, o país tem mais de 8 milhões de casos confirmados e mais de 200 mil mortes. Ontem, os Estados Unidos registraram 1.124 mortes pelo novo coronavírus, segundo a Universidade Johns Hopkins. O maior número de óbitos em 24 horas em mais de um mês.

Discussão sobre fim de serviço de saúde divide debate americano

Com a pandemia do novo coronavírus em alta ainda, com risco eminente de uma segunda onda de contágio, o atual presidente, Donald Trump manifestou durante o debate o desejo de acabar com o programa criado pelo ex-mandatário, Barack Obama, o Obamacare – serviço de seguro saúde que que forneceu cobertura médica para milhões de pessoas, inclusive durante a pandemia gerada pela covid-19. Já o rival de Trump, Joe Biden, afirma que, indo na contramão da opinião do candidato republicano, ele pretende ampliar o serviço.

As eleições norte-americanas acontecem dia 03 de novembro. Contudo, cerca de 47 milhões de americanos já registraram seus votos antecipadamente e a disputa segue incerta.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Siga-nos no 
debate americanoDonald Trumpeleições estados unidoseleições EUAJoe Biden
Comentários (0)
Comentar

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -