OEA repudia rebelião ocorrida no Equador nesta quinta-feira

A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta quinta-feira (30) resolução de repúdio a #201cqualquer tentativa de alterar a institucionalidade democrática no Equador#201d, em função de rebelião deflagrada por 800 policiais nacionais e militares contra lei proposta pelo presidente Rafael Correa, que propõe o fim de benefícios concedidos a funcionários públicos.

A Organização dos Estados Americanos (OEA) aprovou nesta quinta-feira (30) resolução de repúdio a #201cqualquer tentativa de alterar a institucionalidade democrática no Equador#201d, em função de rebelião deflagrada por 800 policiais nacionais e militares contra lei proposta pelo presidente Rafael Correa, que propõe o fim de benefícios concedidos a funcionários públicos.

#000a

Na resolução, a OEA pede que as forças públicas e os setores políticos e sociais do país evitem atos de violência #201cque possam levar a uma situação de instabilidade política, atentem contra a ordem democrática instituída, à paz social e à segurança pública#201d.

#000a

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A organização declarou ainda apoio ao governo de Rafael Correa #201cem seu dever de preservar a ordem institucional, democrática e o Estado de Direito#201d. A crise no Equador foi relatada aos outros membros da OEA pela representante do país na organização.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes