Publicado em


SANTOS - O setor de turismo em Santos anda otimista depois do anúncio de que cerca de 200 mil pessoas deverão visitar a cidade para participar de congressos, feiras e competições esportivas, até o final do ano, conforme divulgado pelo Santos e Região Convention & Visitors Bureau. Já existem 24 eventos confirmados, superando assim o número registrado pelo segmento em 2011.



A cidade, que conta atualmente com 1.100 quartos na rede hoteleira, espera dobrar esta capacidade em dois anos, já que as descobertas na Bacia de Santos referentes ao pré-sal e à chegada da indústria do petróleo e gás imprime uma nova dinâmica ao setor. A expansão do Porto de Santos é outro fator que tem trazido executivos e funcionários de companhias de diversos ramos, ampliando a procura por serviços de hotelaria.



Uma rede hoteleira estrangeira vem apostando no crescimento econômico da região e no mercado de turismo empresarial aquecido, investindo R$ 30 milhões em seu empreendimento santista visando atingir uma ocupação média de 75%, atraindo executivos tanto de negócios como de férias na região. Outras redes hoteleiras também já pretendem se instalar pela região.



Isso ocasiona um aquecimento em toda a economia local, já se percebendo um aumento no movimento de bares e restaurantes, que registraram um acréscimo de até 15% no seu faturamento, somente no primeiro semestre deste ano, sem contar que os serviços em geral também seguem a mesma sorte.



E os governos federal e municipal também vêm reunindo esforços para implementar ainda mais o setor na região. A construção do Complexo Porto Valongo, que contará com uma marina, centro de negócios, escritórios, galerias de arte, hotéis, bares e restaurantes, viabilizará ainda mais espaços para contemplação, informações turísticas, feiras e eventos. Além do Museu Pelé, cujas obras já estão em pleno vapor.



As políticas públicas do segmento, ao que parece, estão dando certo. Santos e região possuem um potencial turístico que vai muito além de suas praias. Cabe aos nossos próximos governantes darem continuidade na implementação destas políticas, trazendo ainda mais investimentos para a Baixada. Forte abraço e até a próxima.