Publicado em

São Paulo - Como parte da estratégia de regionalização das atividades dos municípios membros, o Consórcio Intermunicipal Grande ABC lançou ontem (7) o Centro de Gerenciamento de Emergências do ABC.

A proposta do equipamento, que será instalado hoje (8) na sede do consórcio, em Santo André, é de que em vez de cada município realizar a própria coleta, a unidade possa centralizar as informações sobre alagamentos e deslizamentos de encostas e transmiti-las aos agentes das defesas civis das cidades correspondentes em tempo real.

Financiada pelo consórcio, a implantação ficou em R$ 95 mil, enquanto os custos de manutenção são de R$ 2.455 mensais.

Além de ter como objetivo a racionalização de gastos dos municípios, a unidade visa proporcionar mais agilidade no processo e ações das defesas civis, segurança e mobilidade.

"O CGE também permitirá que os municípios adotem um procedimento único para identificação de emergências e atendimento das ocorrências, o que não acontece hoje", ponderou o secretário executivo do consórcio, Fábio Palácio.

Após a instalação, o CGE realizará monitoramento constante das condições meteorológicas na região, fornecendo com informações sobre a quantidade e intensidade das chuvas.

Os municípios consorciados passarão a contar com um meteorologista, na nova instalação, dedicado a estudar os fenômenos meteorológicos da região e dados pluviométricos.

O consórcio prevê, ainda sem data definida, lançar um aplicativo do CGE. De acordo com Palácio, a meta é divulgá-lo ainda no período de chuvas.