Publicado em

Com um investimento de R$ 600 mil em equipamentos, licença de jogos e cenografia das arenas, Campinas é a primeira cidade do país a ganhar uma loja conceito com plataforma de jogos em realidade virtual.

Inaugurado em dezembro de 2017, no Parque D. Pedro Shopping, o local já recebeu mais de 1.500 pessoas em um mês de operação. O chefe do Arkave, Francisco Chaves, comemora o resultado levando em consideração que a loja foi inaugurada poucos dias antes do Natal, sem divulgação e sem nenhuma campanha publicitária, apenas com as chamadas do shopping.

"Considerando o primeiro mês e as condições de abertura, sem estar com as três arenas do Arkave completas e com menos equipamentos na loja, o resultado foi muito bom. Atingimos resultado suficiente para loja se pagar. A expectativa é de que com as campanhas que vamos desenvolver, dobrar esse número chegando a 3 mil pessoas. A perspectiva é de atender com capacidade total até 4 mil pessoas por mês", diz.

A chegada do Arkave ao Brasil trouxe um novo formato de entretenimento multiplayer, que proporciona experiências em realidade virtual (VR do inglês "virtual reality") totalmente imersivas, conectadas e emocionantes. Por meio de equipamentos sem fios e mapeamento corporal, os players se movimentam livremente pelas arenas de 28 m² cada, usando todo o corpo para jogar e se divertir.

O objetivo é o de criar um ambiente, no qual, as pessoas jogam no mesmo espaço físico e virtual, conectadas aos seus amigos, podendo, inclusive, interagir e conversar durante as partidas. “Ao contrário do que já existe em VR no Brasil, a proposta do Arkave é eliminar os fios do headset espalhados pelo chão. Dessa forma permitimos que o jogador use todo o corpo para jogar e se divertir, com a máxima liberdade possível. Essa é a experiência coletiva de jogo em VR mais imersiva e conectada já criada.”

Games

O principal game multiplayer do Arkave é o The Last Squad, um jogo em visão de primeira pessoa, no estilo wave shooter, em que os jogadores “encarnam” um grupo de elite com o objetivo de combater as sucessivas ondas de ataques dos inimigos, que avançam sobre a base do grupo de jogadores.

Considerado emocionante e envolvente, o jogo foi desenvolvido no Brasil pela YDreams Global, que é a empresa detentora do Arkave, em seu escritório no Rio de Janeiro. O game será permanentemente atualizado para adicionar novas fases e funcionalidades. "Foram 8 meses de desenvolvimento. Rodamos vários eventos de tecnologia em 2017 para testar a receptividade do público. Foi muito interessante", conta.

E, segundo Chaves, mais novidades estão na agenda. "Até o final de fevereiro, uma das arenas terá o primeiro jogo desenvolvido por um estúdio de Campinas e, na nossa arena Grande Arkave estreia, nas próximas semanas um jogo estilo “escape”, no qual você está numa sala fechada, totalmente imerso e tem que descobrir como sair dela com 100% realidade virtual. “É de um estúdio parceiro de São Bernardo do Campo. A gente tem conversado com outras empresas, com o próprio Sonae Sierra, que é o grupo dono do shopping. A ideia é levar essa experiência para mais lugares. A nossa arena Arkave é muito fácil de ser transportada", destaca Chaves.

Campinas foi escolhida para a experiência Arkave por ser um polo de tecnologia. "A gente precisa estar perto dos desenvolvedores. Para a realidade virtual, essa é uma comunidade que está crescendo muito. Aqui na nossa loja, por exemplo, temos um espaço que queremos liberar para desenvolvedores virem aqui e testarem as suas soluções nos nossos equipamentos", revela.

Chaves disse ainda está em fase de negociação com uma empresa para levar a experiência Arkave aos funcionários.

"Nós estamos negociando com um grupo de uma marca, que por enquanto não posso dizer qual é, interessado em pegar a experiência Arkave e levar para suas convenções de vendas.” O Arkave vai rodar com essa marca por seis eventos até o fim do ano. “Eu coloco a arena e os funcionários dessa empresa jogando, numa sessão mais reduzida, e a marca consegue prover a experiência para seus funcionários como uma novidade. É uma marca que está querendo ficar perto de novas tecnologias e acredita que o Arkave atende a essa expectativa.”