Publicado em

CAMPINAS

O aluguel de bicicleta em Campinas deverá ter os mesmos moldes do sistema de locação utilizado em Barcelona, na Espanha. A FGTV Produções, empresa do Grupo FF, credenciada pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) para custear o sistema de aluguel de bikes, é sócia no Brasil da Movement Barcelona, empresa europeia que gerencia o transporte público de bicicletas na Espanha e em vários municípios da Europa.

A Movement é a única em seu segmento que possui ISO 9001. Um dos projetos de maior sucesso, considerado de referência mundial, é o da cidade de Barcelona, que conta com 6 mil bicicletas e cerca de 80 mil locações por dia. O modelo deve ser aplicado em Campinas.

O sistema de locação deve funcionar como opção de transporte sustentável e Mobilidade Urbana em Campinas por seis meses, prorrogáveis por acordo entre as partes. A empresa credenciada para Campinas deverá implantar o aluguel de bicicletas em Barão Geraldo, Amarais, Sousas, Taquaral, Terminal Central e Aparecidinha.

O secretário de Transportes e presidente da Emdec, André Aranha Ribeiro, disse que o objetivo é avaliar neste primeiro momento a viabilidade do serviço para ampliar as opções de transporte sustentável em Campinas. "O uso da bicicleta integra o plano de Mobilidade Urbana, que prevê também a criação de vias 'cicláveis'", disse.

O período experimental será para testar a viabilidade econômica antes da concessão.

Os deslocamentos de bikes deverão ser feitos por vias locais, sem ciclovias, porém com indicações de rota. Futuramente, as ciclovias e as ciclofaixas a serem implantadas no Plano Cicloviário deverão contar com este tipo de serviço de aluguel de bikes.

O Grupo FF deverá instalar, no mínimo, três estações de aluguel para cada área com dez bicicletas em cada estação. Estima-se que o sistema ofereça aproximadamente 180 bikes. O plano prevê a liberação das bikes de forma eletrônica no momento da locação. A pessoa que pretende fazer a locação deverá utilizar um aplicativo a ser instalado no telefone celular do usuário, ou pela Internet. O tempo mínimo de empréstimo, sem cobrança adicional, não poderá ser inferior a 30 minutos. Milton Paes