Publicado em

Após quatro anos de grandes dificuldades e sem lançamento de novos empreendimentos imobiliários, em função da crise econômica, a GNO Empreendimentos e Construções, com 33 anos de atuação no mercado imobiliário volta a lançar novos empreendimentos em Campinas (SP).

Lançado neste mês, o Alto do Ibirapuera faz parte do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, destinado às faixas 2 e 3, para famílias com renda de R$ 2,6 mil a R$ 9 mil. O empreendimento conta com 438 apartamentos de dois dormitórios, distribuídos em cinco torres e dois condomínios, localizado na região da Av. John Boyd Dunlop, ao lado do shopping Parque das Bandeiras e do Hospital da PUC Campinas.

A abertura das vendas e do stand de vendas ocorreu no último final de semana, após convenção para os corretores e foram vendidas 180 unidades da primeira fase. O empreendimento também será apresentado aos visitantes do Feirão da Caixa em Campinas, que acontecerá a partir da próxima sexta-feira (25) até o domingo (27), no Expo Dom Pedro, que fica no Parque D. Pedro Shopping.

O Alto do Ibirapuera, com Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 90 milhões, terá unidades de dois dormitórios, com quatro metragens diferentes entre 48,33 m2 e 36,47m2. O diretor da GNO Empreendimentos e Construções, Rogério Nassralla, comemorou as vendas do último final de semana. "O empreendimento será lançado em etapas, e as obras da primeira fase começam em setembro deste ano. Na crise foi importante a escolha do ponto, o produto, a planta e o preço. O público está exigente e escolhe o melhor", afirmou Nassralla. Ao contrário dos empreendimentos voltados para as classes alta e média, que também estão no planejamento da empresa para este ano, o executivo explica que o Alto do Ibirapuera, lançado em parceria com a Congesa e a Incorpi, que é uma empresa nova na área, mas formada por pessoas que estão no ramo há mais de 40 anos, se uniram como sócios da SPE, na qual a GNO além de incorporadora com as demais parceiras é a construtora responsável pelas obras.

Diferenciais

O empreendimento tem alguns diferenciais, até mesmo por conta das exigências do programa habitacional do Governo Federal. “Neste empreendimento, o comprador terá um subsídio de até R$ 27 mil, taxa de financiamento a partir de 5% e poderá utilizar o seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) no ato da contratação", destaca.

Segundo Nassralla, o Alto do Ibirapuera marca a retomada dos lançamentos da GNO, tanto para habitações populares, loteamentos, prédios e condomínios de alto padrão e prédios comerciais. “A redução da inflação, queda nas taxas de juros e a retomada da economia, ainda que de uma forma lenta, estão gerando maior confiança ao consumidor que quer investir em imóveis residenciais e comerciais. Tudo isso tem motivado a retomada dos lançamentos, após quatro anos de estagnação”, afirma.

No planejamento estratégico da GNO estão novos lançamentos para os próximos meses acompanhando a realidade e a retomada do mercado. Segundo Rogério Nassralla, em dois a três meses, a GNO vai iniciar as obras do Cambuí Corporate, uma torre comercial com salas de 200m² a 800m² na Avenida José de Souza Campos, a norte-sul com VGV de R$ 110 milhões. O empreendimento é similar a outros lançados pela GNO no eixo da norte-sul como o Dahruj Tower, o Trade Tower e o 575 Norte-Sul. "O 575 nós estamos batendo neste mês 82% de ocupação", comemora.

A GNO também inicia no começo de 2019, a construção de um residencial de alto padrão chamado "Bossa Nova" no bairro do Cambuí, tradicional bairro de Campinas, com 21 apartamentos e cada unidade com 250 m², com opções de três ou quatro suítes, com terraço, varanda e espaço Gourmet, em um terreno de 2.500 m² e VGV de R$ 57 milhões. "Nós realizamos a comercialização desse residencial de alto padrão em grupo fechado e só restam apenas seis unidades disponíveis. Foi um sucesso de vendas em três semanas", comenta o empresário.

Na avaliação de Nassralla, as perspectivas para 2019 são positivas. "Eu tenho uma boa impressão para o ano de 2019. Que após eleição, juros baixos e o mercado reprimido por muito tempo, uma retomada ainda maior, tanto que nós vamos disponibilizar também um outro produto residencial no bairro do Taquaral em Campinas com três suítes e 98m²", antecipa Nassralla.