Publicado em

Saiu no último sábado, dia 10, o decreto da Prefeitura para regulamentação da circulação de patinetes elétricos compartilhados na cidade. O documento mantém o que já havia sido estabelecido anteriormente e altera algumas regras para utilização.

“O que vai acontecer agora, com relação às empresas e ao sistema como um todo, é que CMUV [Comitê Municipal de Uso do Viário] irá sentar junto com as empresas para determinar de que forma colocaremos em prática as questões de como autuar, a abertura do sistema deles com relação a utilização e as cobranças das taxas que venham incidir sobre a utilização do serviço”, diz o secretário municipal de Transportes, Edson Caram.

Para entrar em vigor, as novas regras ainda dependem de resoluções complementares do CMUV, que terá 60 dias para definir os critérios para instalação de estações, uso do capacete, quantidade de patinetes por região e o preço a ser cobrado das operadoras interessadas em prestar o serviço, além das formas de fiscalização.

As empresas interessadas em oferecer o serviço deverão promover campanhas educativas sobre normas de segurança, uso correto e circulação dos equipamentos, além de informações sobre as coberturas de seguro contratada. /Agências